Janela Publicitária    
 
 
  Publicada desde 15/07/1977.
Na Web desde 12/07/1996.
 
11:21 Beat Sonido Yes Filmes Zuêra
A Fenêtre é a cobertura da Janela Publicitária em Cannes 2013, com o patrocínio da DM9Rio, Staff, 11:21, Beat, Sonido, Yes e Zuêra.
 

DIMANCHE: LA MICARRÊTE EST ARRIVÉ.

Seidl em Cannes
Seidl sonha com quando irá para Cannes de iate.
E começou a grande micareta publicitária. Aviões pousando lotados de brasileiros, animados com mais um ano de muitas festas e algum trabalho aqui na Côte D’ Azur.
Há quem já diga que somos de longe a maior delegação por aqui. Vou tentar confirmar esse número.
Tá, mentira, não vou confirmar nada, porque tenho mais o que fazer e não é tão importante assim.
O Domingão foi bem movimentado no Palais, parecia até meio de semana, apesar de que dentro do Palais, ainda tem pouca coisa rolando.


INNOVATIONS INOVA NO JULGAMENTO

Confesso que não cheguei a tempo de ver as apresentações do shortlist da categoria caçula do festival, Innovations. Para esta categoria, os finalistas tinha que subir ao palco e explicar, por 10 minutos, porque sua ideia era inovadora.
Conversei com quem assistiu, quem torceu e quem apresentou e a galera se dividiu sobre o formato. Alguns acham que isso é bacana, diferente, dá para explicar melhor a ideia do que um case de 2 minutos.
Os que não gostam dizem que isso prejudica países não nativos em inglês, questionam o formato que permite “torcidas” (público aplaudindo etc) e a influência da “embalagem” sobre o produto.
E reclamaram muito de um jurado que ficou fazendo perguntas pouco pertinentes (“quanto custou isso aí”) e comentários do tipo “isso aí eu vi na faculdade com 19 anos”.
Como eu disse, eu não vi, mas tendo a concordar com quem não gosta do formato “American Idol” de opiniões e julgamentos ao vivo e com plateia. Acho que o critério se dissolve em outros méritos que não o da ideia em si.
E num shortlist com poucas peças, vai ser fácil. Com 100, fica impossível. Corre o risco de termos da categoria virar um grande Powerpoint Lions.


COCA-CANNES 60 ANOS

Coca-Cola em Cannes
A garrafinha comemorativa da Coca-Cola
A Coca lançou uma garrafinha de alumínio comemorativa dos 60 anos de Cannes que já virou febre entre os delegados de Cannes. Todo mundo quer levar uma pra casa de lembrança.


PENSAMENTO DO DIA

Não tem nada que publicitário goste menos do que pesquisa, onde pessoas que nunca se viram na vida ficam numa salinha estranha, discutindo, se influenciando, e comparando a sua ideia com outras de uma maneira que jamais fariam em casa.
E não tem nada que publicitário goste mais do que festival, onde pessoas que nunca se viram na vida ficam numa salinha estranha, discutindo, se influenciando, e comparando a sua ideia com outras de uma maneira que jamais fariam em casa.


YOUNGS SEM TETO

Homeless Lion
Leãozinho sem teto...
Muitos youngs brasileiros reclamando de um pequeno detalhe de última hora da organização da competição.
Parece que alguns contavam em ter o seu hotel pago pelos patrocinadores, o que de última hora não aconteceu, gerando uma certa correria pra descolar a grana e até quartos, já que alguns preferiam dividir algo mais em conta com os amigos.
Eu não sei o que foi combinado agora, mas até pouco tempo atrás, a organização dos Young Lions oferecia preços promocionais e não bancava a hospedagem.
A Fenêtre abre o espaço para quem quiser esclarecer das duas partes, para não ficar chato para ninguém. Se é que alguém lê a gente.


IMPRENSA DE TETO NOVO

Sala de Imprensa do Festival de Cannes
A nova sala de imprensa do Festival
A sala de imprensa esse ano foi transferida para o quarto andar do Palais, na cara do gol para o longe da Heineken que libera cervejolas geladas enquanto o sol começa a cair na Croissete.
O QG anterior dos jornalistas foi cedido a uma exposição sobre os 60 anos do festival que será aberta ao grande público, mesmo que quem não é delegado. Bacana.
A vista, para a Marina da cidade, melhorou muito, mas o aluguel também aumentou. O que teve de gente reclamando ontem da rede não foi brincadeira. Parece que o sistema caiu e ninguém conseguia trabalhar.
A sensação que tive também é que tem muito mais gente esse ano. E que o ar condicionando também não está segurando a onda.


A ESTRELA-DO-SULIZAÇÃO DO FESTIVAL

Nosso repórter fotográfico Accioly continua sua tentativa heroica de transformar o Festival de Cannes num grande almoço de sexta-feira na Churrascaria Estrela do Sul (o que, cá entre nós, seria genial).
No sábado, ainda em Portugal, Acci convocou os brasileiros que trabalham ou estavam fazendo escala no país para assistir o jogo da seleção na Garrafeira do Pedrão, ponto de encontro dos publicitários em Lisboa.
Primeiro problema: o lugar não tem TV. Segundo problema: Accioly só apareceu lá 2h depois do combinado. Mesmo assim, muita gente foi lá conferir o que ele aprontou. Eu, inclusive.
Pedrão, o dono do lugar, numa provável tentativa de se livrar do nosso colunista social, ofereceu a ele uma bebida chamada PéNaCova, mas Accioly pareceu não sentir o efeito.
Numa segunda artimanha para derrotar nosso highlander, Pedrão tentou jogar sobre ele uma pesada peça de jamón ibérico. Mas Accioly continuou de pé e comeu o o presunto cru quase inteiro.
A farra só terminou com a chegada da conta. Aí, Accioly não resistiu. Correu.
Diogo Mello, Fabio Seidl, Nuno e Antonio Carlos Accioly
Diogo Mello, da DM9Rio, Fabio Seidl, Nuno Cardoso (Nossa, Portugal) e Adivinha Quem
Luciana Cani e Steve Collmar da Leo Burnett Lisboa
Accioly e Pedrão atacando um presunto
Antonio Carlos Accioly com Pé Na Cova
Fabio Seidl com Vasco Condessa, da DraftFCB Portugal e Paola Maluf, da LoveMagna
Accioly com Penacova.


CORRESPONDENCE: LES FAVELÊS DE CANNES

Porta
Jack Nickolson passou por aqui.
O gente fina Alex Mendes do canal Fox está vindo para Cannes e me manda uma missiva pedindo dicas de hotel para não cair na armadilha de ficar no “Le Favelê”.
É muito fácil, meu querido, pergunta na hora da reserva se eu já fiquei hospedado lá. Se sim, sai fora.
Cannes tem dois tipos de hotel: os miseráveis, onde eu fico e os impagáveis.
Este ano, para melhorar, estou dividindo o cubículo com um macho, o camarada Rafael Donato, também diretor de criação da Ogilvy. O quarto é digamos...rústico. As portas, por exemplo tem são trabalhadas em madeira de demolição. Tipo, tentaram demolir mas não conseguiram, como dar para ver na foto. Boa sorte, Alex.


ESCREVA PARA A FENÊTRE E GANHE BRINDE EXCLUSIVOS

Mande sua pergunta para seu fenetreiro favorito (Marcio, Fabio, Accioly) em: [email protected] e leve uma resposta debochada totalmente gratuita.
E mais: curta a página da Janela no Facebook e receba uma série de pedidos de inscrição no Colunistas 2014 autografados pelo Marcio Ehrlich da novela da Globo.


Fabio Seidl é o idealizador e relator da lei que aumentou a passagem de ônibus em 20 centavos e convidado da Janela em Cannes.