Janela Publicitária    
 
 
  Publicada desde 15/07/1977.
Na Web desde 12/07/1996.
 
11:21 Beat Sonido Yes Filmes Zuêra
A Fenêtre é a cobertura da Janela Publicitária em Cannes 2013, com o patrocínio da DM9Rio, Staff, 11:21, Beat, Sonido, Yes e Zuêra.
 

TIME BRASILEIRO SE JUNTA AOS PROTESTOS.

A seleção brasileira de beach soccer em Cannes entrou em campo com uma faixa dizendo #ChangeBrazil, em apoio às manifestações do país por melhores condições de saúde, educação, segurança e cidadania.
O Brasil goleou a Rússia por 4-2 e está nas semifinais da competição, pegando provavelmente Argentina ou Portugal.
Simplesmente 3 agências abandonaram o campeonato de futebol de praia nesta terça feira aqui em Cannes, provocando uma série de W.O.s.: Nigéria, Inglaterra e Resto do Mundo.
Os amarelões provavelmente ficaram com medo da camisa amarelinha do Brasil em campo. Quer dizer, mais ou menos.
Nossa participação na fase classificatória foi bem abaixo da esperada. Empatamos o primeiro jogo com a Holanda em 2x2 e depois com a Suécia em 0x0. Com isso, nos classificamos em segundo do grupo pelo critério gols marcados.
Uma curiosidade para acompanha esse certame é que a capitã e musa do time da Suécia desfalcou o time esse ano em campo e virou técnica por estar grávida. Olha aí que fofa.


GOLEIRO PARAGUAIO, OU MELHOR, DO EQUADOR, OU MELHOR...

Lucas e Daniel Japa
Lucas Heck e Daniel Japa, rindo até agora da história do camisa 1 do Equador.
Nosso brother Lucas Heck, brasileiro, claro, apareceu no campeonato para jogar pelo time do Equador de goleiro. O motivo? Ninguém sabe. Segundo ele, foi convidado pelo diretor de criação dele, que é equatoriano na Grey 141 no Brasil.
Pois bem, Lucas foi lá, se equipou, entrou em campo e começou a dar indicações para os jogadores ainda no aquecimento. Mas os caras começaram a estranhar. Até que um deles, foi até o gol e falou perguntar quem ele era.
- Sou o goleiro do Equador, ué!
- Ah, é? Legal, então dá licença que esse aqui é o time da Colômbia e o goleiro sou eu.

A organização do campeonato nem pensou duas vezes. Cartão vermelho para Lucas. O Equador, sem seus dotes de arqueiro, dançou do campeonato.


JOGO DURO DOS JURADOS

Jogo duro mesmo está sendo conseguir informações dos jurados. Os jornalistas brasileiros até conseguem descobrir quantos leões mais ou menos o país teve na categoria.
Mas saber para quem anda impossível, por recomendação da organização do evento.
O mistério é legal para a surpresa da cerimônia, mas tem atrapalhado quem quer vir do Brasil pegar seus ourinhos. Não dá tempo de pegar o vôo.


MELHOR ACTIVATION FORA DO PALAIS

Não se falou em outra coisa ontem no Martinez, uma dupla de gaiatos se fez passar por “fotógrafos” do Twitter e ficavam propondo que as meninas da festa posassem sobre uma toalha do microblog, em poses sensuais podendo ganhar um prêmio.
Várias toparam e pelo que consta, até quem não tinha nada com isso colou nos supostos retratistas e se deu bem. Uma bela ação de ativação e, dizem, effectiveness também.
A Fenêtre teve acesso ao material dos caras, estrangeiros para todos os efeitos e está publicando as mais comportadas.
Bom, a promessa dos fotógrafos está cumprida: as imagens estão na internet.


WESTWOOD ROCKS

Vivienne Westwood
Vivienne Westwood: atitude é isso.
Vivienne Westwood é uma das estilistas mais influentes da história. Foi ela por exemplo que criou a estética do movimento punk na Inglaterra, quando ainda era uma artista underground.
Hoje uma respeitável e rica senhora, fez uma das melhores palestras de Cannes até aqui por ter mostrado de um jeito simples que em tudo que se faz, é preciso de personalidade, atitude e pensamento. Foi aplaudida de pé


TED SEM MAGIA

Quem acompanha as palestras do TED sabe que a regra são apresentações de alto nível, impactantes.
Não foi o caso deste ano em Cannes. Um show de mágica com tecnologia do ilusionista Marco Tempest, divertido até, não acrescentou nada para quem acordou cedo por aqui. E era um dos seminários mais esperados.
A sensação que estou tendo é que as palestras não estão no mesmo nível dos outros anos.


HEINEKEN CONNECT

Show de bola mais uma vez o longe ao ar livre da Heineken feito no terraço do Palais para o pessoal se encontrar e perguntar “como é que tá lá” em várias línguas. Fui lá com Accioly e a abelhinha da Zuêra, nossa patrocinadora, tomar um vinho nacional e comer uns acepipes.
Zuêra bêbada
Agora sim essa abelha vai fazer a maior zuêra em Cannes.
É só beber, deitar e rolar.


ENTENDENDO AS REGRAS

Tá impossível entender as contas para agência do ano agora que mudou tudo. Para você ter uma ideia, se uma agência ganha 100 leões numa mesma categoria, só vale um. Mas se for campanha, soma os pontos do leão e mais o número de peças que a campanha tem. E mesmo que você tenha 40 finalistas em várias categorias diferentes, só vão contar os 10 primeiros, mesmo que numa mesma categoria.
A galera da Ogilvy Brasil e da McCann Austrália, que estão na ponta desta disputa, estão tendo uma certa dor de cabeça para fazer as contas.


AS CERIMÔNIAS DE TERÇA

O enorme cenário das cerimônias
Dela, GP de Media
1. OUTDOOR
Acho que são raras as vezes que vim a Cannes e não vi a Almap no palco de Outdoor. Então, mais uma vez, os caras marcaram presença por aqui, com a campanha para Pedigree.
Ogilvy com Real Beauty Sketches e Immortal Fans para o Sport Recife e Leo com Sangue Rubro-Negro para o Vitória também subiram ao palco para buscar seus ouros futebolísticos, contrariando quem achava que uma campanha iria canibalizar a outra por terem temas parecidos (doações, times etc): as duas estão ganhando tudo.
Nesta categoria, gostei bastante da campanha para Turner TV da Duval Guillame belga, Ecofill Ink da  Ogilvy Colombia, e Sharpie Ultra Fine Draft Chicago escrita fina.
Acho o GP da Ogilvy Paris de uma simplicidade e brilhantismo excelentes: mérito para Ogilvy Paris e sua IBM Smart Cities campaign

2. MOBILE
O presidente da categoria Mobile começou sua apresentação dando um show, pedindo para todo o auditório todo acender seus celulares e para o Palais apagar a luz e ressaltou a magia de ter nas mãos uma mídia: “verdadeiras estrelas” como ele disse e valorizando uma categoria muitas vezes menosprezada.
Mas na entrega dos prêmios, muito pouco material bacana. E a apresentação dos cases com limite de 45s na cerimônia deixa pouco claro o potencial das ideias que são muito sofisticadas.
Destaque mesmo para o GP, que veio das Filipinas, para a DDB-DM9 Jayme Syfu (é isso aí) e os chips de celulares que ajudam a ensinar as crianças nas escolas.

3. INNOVATION
Na cerimônia de entrega de leões festival mostrou no telão um resumo das apresentações de “defesa” das peças finalistas, realizada aqui no mesmo palco, no Domingo. Nos clips, curtos, deu para entender exatamente tudo, mas deu pra sentir que foi de alto nível.
Cai por terra a tese de que o inglês foi uma barreira, já que os leões foram para países como Rússia e Polônia. E sim, a categoria pode dar um gás diferente em Cannes e virar algo bem interessante. Vamos ver o que acontece ano que vem.
Destaque para o GP, o software de criação coletiva Cinder, da Barbarian Group.
O público porém, esvaziou o auditório bem antes do fim da longa premiação.

4. MEDIA
Sobrou pouca gente para ver a sessão de Media, mas cá entre nós, não perderam muita coisa. Ogilvy no palco de novo para Real Beauty Sketches. GP para o seguro funerário Dela, da Holanda.


A POCHETE ROSA

...
Meu companheiro de quarto, Rafael Donato, também diretor de criação da Ogilvy, me aparece com essa pochete rosa lá no hotel. Devo temer pela minha integridade física durante a madrugada?
Responda para [email protected].
Aliás, reclamações, sugestões, pedidos de explicação sobre cheques sustados? Escreva também para [email protected] que o Sidão passa pra gente.
Ou curta a nossa página no facebook e espinafre essa coluna por lá mesmo.
Nota do Editor: Fabio, talvez o seu companheiro de quarto ainda não saiba, mas aproveitando que vocês estavam aí só pensando em Leões, o nosso diligente deputado Marcos Feciliano conseguiu aprovar o direito de psicólogos realizarem tratamento para gays, a chamada "Cura Gay".
Portanto, se a Ogilvy paga auxílio médico a vocês, em breve o problema de Rafael com as pochetes estará resolvido. (M.E.)


Fabio Seidl é o companheiro de quarto de Rafael em Cannes.