• DPZ&T - Criatividade que gera resultados.
    Quem vê esta coruja, Vota Eletromídia
  • Banco do Brasil, quem tinha conflito de interesses na sua concorrência?

    Banco do Brasil: Transparência

    Os diretores da agência Multi Solution, que ganhou mas não levou a concorrência do Banco do Brasil, querem saber quem foi o jurado que tinha conflito de interesses na Subcomissão Técnica, situação que justificou, para a direção do BB, o cancelamento da licitação.

    A agência tem razão em querer saber. Na semana passada, o Banco do Brasil acusou um dos jurados de não ter revelado que teria conflito de interesses — e pior: que não havia comunicado isso antecipadamente. Como o próprio banco se anuncia como a favor da transparência, nada mais justo do que revelar quem, dentre os membros abaixo, participantes da sua Subcomissão de Julgamento das Propostas Técnicas — cujos nomes a Janela levantou a partir de publicações no Diário Oficial da União –, teria um conflito de interesse com alguma das agências vencedoras: a Multi Solution, a Z+ e a nova/sb:

    Membros da Subcomissão de Julgamento das Propostas Técnicas:

    Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações: Marcus Vinícius Sinval;
    Embratur: Sérgio Flores de Albuquerque;
    Banco do Brasil (Funcionários): Elvis Kleber de Arruda Figueiredo, Roberto Sábato Cláudio Moreira Junior, Ana Carolina Silveira de Castro e Alessandro dos Santos Souza. Suplentes: Christianne Maria Pires Ferreira Marão e Angela Beatriz de Assiz.

    Como foi informado pelo próprio Banco do Brasil, a estatal decidiu cancelar a disputa para evitar processos judiciais após ter detectado a irregularidade. Vale dizer que os nomes acima foram escolhidos por sorteio, entre indicados de órgãos externos e de funcionários do banco com especialização em publicidade, marketing ou comunicação.

    Esta segunda, 15 de maio, a Multi Solution fez seu protesto a partir de um comunicado emitido por sua diretoria e distribuído á imprensa, no qual a agência afirmou ter “todos os parâmetros legais e rigorosos critérios técnicos exigidos pelo edital de licitação”. Os diretores da Multi Solution lamentaram a decisão do Banco do Brasil e apontaram que o banco não esclareceu as responsabilidades.

    Para que não pese a suspeita sobre todos eles, a Janela também quer saber: quem tinha conflito de interesse com alguma das agências vencedoras?

    Segue o comunicado da Multi Solution:

    COMUNICADO DA MULTI SOLUTION SOBRE LICITAÇÃO DO BANCO DO BRASIL

    A Multi Solution esclarece:

    Pedro Queirolo, diretor da Multi Solution.
    Pedro Queirolo, diretor da Multi Solution.

    1 – Ao longo de seus vinte anos de experiência, a agência é reconhecida por seu elevado grau de excelência técnica e por construir grandes cases na área privada com solidez, transparência e compromisso ético, mantendo-se nas principais posições do ranking das maiores agências do país.
    2 – A Multi Solution foi surpreendida com as notícias veiculadas sobre um suposto vazamento de informações do processo licitatório conduzido pelo Banco do Brasil. A agência afirma que nunca teve a sua idoneidade questionada, nem esteve envolvida em qualquer projeto, concorrência pública ou privada que desabonasse sua imagem.
    3 – O Banco do Brasil reconheceu, em comunicado oficial emitido na última sexta-feira, dia 12 que, ao contrário do que foi veiculado na imprensa, não houve nenhuma comprovação de vazamento ou favorecimento.
    4 – A Multi Solution cumpriu todos os parâmetros legais e rigorosos critérios técnicos exigidos pelo edital de licitação do Banco do Brasil e recebeu a maior pontuação entre as quatorze propostas apresentadas, garantindo o primeiro lugar entre as agências selecionadas para dar continuidade ao certame.
    5 – Apesar de não ter sido constatada qualquer ilegalidade, o Banco do Brasil optou por revogar a licitação, alegando em seu comunicado oficial que: “as investigações identificaram evidências de conflito de interesse não declaradas previamente à comissão por um dos integrantes indicados por órgão externo para compor a subcomissão técnica, apesar de todos integrantes da subcomissão terem assinado declaração de inexistência de conflito de interesse”.
    6 – Neste cenário, a Multi Solution lamenta a decisão do Banco do Brasil de revogar o processo licitatório para contratação das agências de propaganda e tomará medidas cabíveis para entender qual o conflito de interesse que justificou a revogação e que não foi esclarecido.

    A Multi Solution reafirma perante o mercado, seus clientes, colaboradores e fornecedores, o seu total e irrestrito compromisso com seus valores: ética, transparência, respeito, competência e inovação.

    A Diretoria
    MULTISOLUTION

    Marcio Ehrlich

    Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, TV S e TV E.
    seta