Publicidade: Alfa

Mídia1 comemora 15 anos como agência especializada em mídia

Romilton Viana, Antonio Jorge Alaby Pinheiro e João Faccioli. da Mídia1

Nascida em um tempo em que sequer existiam as redes sociais, a Mídia1, criada pelo publicitário Antonio Jorge Pinheiro em junho de 2002, está chegando esta semana ao seu 15º aniversário garantindo que seus princípios não mudaram em todo esse tempo: ajudar outras agências e anunciantes a pensarem em suas melhores alternativas de mídia.

Em conversa com a Janela, Antonio Jorge garantiu que, ao menos, depois de 15 anos, sua empresa não é vista de modo atravessado pelo mercado:

– Quando abrimos, foi pisando em ovos, porque qualquer coisa que fugisse da estrutura tradicional de uma agência de publicidade era queimada como se fosse o demônio. Tivemos o cuidado até de conversar com dirigentes das áreas comerciais de grandes veículos, como o Octavio Florisbal, na Globo, para explicar que não éramos o tão mal-falado “bureau de mídia”. A gente não queria vender espaço e sim comprar para nossos clientes, seguindo planejamentos que nós mesmos desenvolvêssemos para as necessidades deles — explicou o publicitário.

Antonio Jorge, que já trabalhou em departamentos de mídia de outras agências, conta que atualmente, com a flexibilização maior do mercado — inclusive com muitos anunciantes voltando a ter uma estrutura interna de criação — a função da Mídia1 ficou melhor compreendida.

– Hoje, por exemplo, trabalhamos em parceria com empresas de design para suprir as eventuais demanda de veiculação que eles tenham. E também com empresas de eventos, onde entramos com a inteligência de mídia até para orientar na melhor ocupação dos espaços cedidos pela cidade para a divulgação dos projetos.

O crescimento da mídia digital não impressiona o diretor da Mídia1, que até entende a empolgação dos clientes a cada novidade:

– O que eu já aprendi é que nunca dá para dizer ‘agora ninguém faz mais isso’ ou ‘agora todo mundo faz aquilo’. Cada vez mais todo mundo faz tudo. Nosso negócio, como profissionais de mídia, é cada vez mais compreender como as pessoas consomem e que hábitos elas têm, porque só assim a gente consegue sugerir para o nosso cliente qual o melhor jeito para ele falar com esse seu público, seja esse meio online ou offline.

Outro orgulho do fundador da Mídia1 é que, cada vez mais, ela não é só vista como a “agência de mídia do Antonio Jorge”.

– O Romilton Viana e o João Faccioli estão aqui já faz tempo. Foram treinados por mim e hoje são meus associados. Posso fazer outros projetos, como as aulas que dou em faculdades, que ele tocam tranquilamente o dia a dia da empresa.

Na foto que ilustra a matéria, estão, da esquerda para a direita, Romilton Viana, Antonio Jorge Pinheiro e João Faccioli.

Publicidade: Dinâmica Talentos

Marcio Ehrlich

Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, TV S e TV E.
seta