Publicidade: Alfa

Banco de Brasília renova com NBS e Cálice

BRB - Placas

As agências NBS e Cálice (novo nome da agência Plá) vão continuar atendendo o Banco de Brasília (BRB) por mais um ano. A renovação do contrato foi publicada no Diário Oficial do Distrito Federal no último dia 10 de agosto, valendo até 12 de agosto de 2018. A verba para este ano será de R$ 20 milhões para as duas agências.

Em 2014, quando venceram a concorrência, a verba anual estava estipulada em R$ 30 milhões. Entre 15 empresas que se apresentaram, apenas a NBS e a Plá conseguiram se classificar na fase técnica, superando o mínimo de 70 pontos exigidos. Foram desclassificadas Agência3, Agnelo Pacheco, Arcos, Bees, Binder, Calia|Y2, Fields, Giusti, Idea, Pop, Propeg, Sotaque Brasil e Vento Bravo.

Como é de praxe em concorrências de governo, vários recursos foram apresentados pelas agências desclassificadas mas nenhum foi acatado pelo BRB e, cinco meses após a abertura das notas técnicas, as duas agências conseguiram ter seus contratos formalizados.

A conta do BRB estava, anteriormente, com as agências Arcos e DeBrito. Após a entrada da NBS e da Plá, o contrato chegou a ser renovado em 2015 — valendo até agosto de 2016 –, quando aconteceu a redução da verba de R$ 30 milhões para R$ 20 milhões.

Na página de Transparência do BRB não consta o que aconteceu entre agosto de 2016 e agosto de 2017.

Publicidade: Dinâmica Talentos

Marcio Ehrlich

Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, TV S e TV E.
seta