Publicidade: Alfa

Nova programação visual da GloboNews teve parceria da Crama Design

Ricardo Leite e GloboNews

A carioca Crama, comandada pelo designer Ricardo Leite, foi a parceira por trás da nova programação visual do canal GloboNews, que entrou no ar esta semana.

As marcas da GloboNews através dos tempos. A Crama assina as duas de baixo da imagem.
As marcas da GloboNews através dos tempos. A Crama assina as duas de baixo da imagem.

Na verdade, o início do trabalho conjunto das duas empresas data de 2008, segundo Leite conta em conversa com a Janela. Naquele ano, a Crama foi contratada por Eugênia Moreyra, a diretora da GloboNews, para reestudar todo o visual da casa.

Em 2010, finalmente, entrou no ar o projeto criado pela Crama. A GloboNews mudava, então, desde a sua marca principal até as vinhetas exibidas dentro da programação e dos breaks, como nos acostumamos a ver nos últimos anos.

Na época, o trabalho ganhou inúmeros prêmios, entre eles na categoria Design Estratégico do IDEA-International Design Excellence Awards de 2011 e na categoria Branding da Bienal Brasileira de Design Gráfico de 2013.

Em 2015, porém, Eugênia Moreyra voltou a procurar a Crama para um reestudo.

– A Eugênia sempre foi fundamental para a ousadia do projeto em todos estes anos, pela visão que ela tem sobre o que é a GloboNews – elogia Ricardo Leite, explicando que em 2015, a diretora já estava convencida de que toda a comunicação do canal precisaria evoluir, até para acompanhar a modernidade a que a equipe de criação interna,  encabeçada pelo gerente de criação Luciano Vasconcelos, havia conseguido chegar com as chamadas da programação.

Foram muitas as novas diretrizes que a Crama apresentou para a GloboNews. Entre elas, integrar no logo a marca da Globo com o “News”, imagens que antes eram separadas e tinham um leve efeito de 3D. “A ideia agora é passar que a GloboNews é uma plataforma única. Não importa se você está assistindo na tv, no celular ou no computador, a GloboNews é que é a plataforma”, detalha o designer.

Além disso, o “bug” — aquela marquinha que fica presente o tempo todo na tela — passou do lado esquerdo para o direito. O “crawl” — letreirinho que roda na base do monitor — também foi redesenhado para ganhar mais destaque. E tanto em vinhetas quanto nas imagens que aparecem nos telões atrás dos jornalistas, a marca ganhou mais movimento, parecendo estar sempre pulsando.

Este não foi o primeiro trabalho da Crama para um veículo de comunicação. É dela também a marca do Infoglobo.

Publicidade: Dinâmica Talentos

Marcio Ehrlich

Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, TV S e TV E.
seta