Correios renovam com suas quatro agências por um ano

Wagner Pinheiro de Oliveira, presidente dos Correios, e suas agências

EM PRIMEIRA MÃO – Artplan, Master, Link/Bagg e Propeg tiveram seus contratos prorrogados pela Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (EBCT) por mais um ano, valendo até 3 de março de 2019.

As quatro haviam sido selecionadas em disputa que aconteceu no segundo semestre de 2012, envolvendo 34 agências. As vencedoras assinaram seus contratos em 4 de março de 2013, com validade de um ano, prorrogáveis por até cinco. A verba anual, na época, havia sido de R$ 250 milhões, superando em 150% o valor do contrato anterior, de R$ 100 milhões. No entanto, comenta-se no mercado que a verba na realidade, teria sido reduzida para R$ 70 milhões, por conta da crise enfrentada pelo órgão. Em dezembro de 2017, o Ministério da Transparência e a Controladoria Geral da União (CGU) apontaram prejuízos crescentes nos Correios desde 2013.

Em fevereiro, chegou a ser publicado em sites de Brasília que os Correios estariam para soltar nova licitação para agências já este ano, o que acabou não acontecendo. Com estes Termos Aditivos aos Contratos nº 49, 50, 51 e 52/2013, então, os Correios se veem obrigados a abrir nova licitação em até o final deste ano, para que possa continuar a ter suporte publicitário a partir de 2019.

Na foto, de 2013, o presidente dos Correios, Wagner Pinheiro de Oliveira, assina o primeiro contrato com representantes das quatro agências, entre eles Fernando Barros (Propeg), Edinho Barbosa (Link/Bagg), Antonio Freitas (Master) e Franzé Martins (Artplan)

(Foto de Caio Nantes)

Dinâmica Talentos
Publicidade

Marcio Ehrlich

Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, TV S e TV E.
seta