Onzevinteum cria para Gabinete de Intervenção do Rio

Peça da Onzevinteum para o Gabinete de Intervenção do Rio

“Foi barato, mas pode ter custado uma vida”. Com essa chamada, lembrando que os produtos de origem suspeita podem alimentar a violência, o Gabinete de Intervenção Federal (GIF) do Rio começa a veicular na última semana de abril uma campanha criada voluntariamente pela agência Onzevinteum.

Segundo Gustavo Bastos, diretor da agência, ela foi procurada por militares ligados ao GIF, que haviam gostado da campanha desenvolvida pela Onzevinteum para o Disque Denúncia. Uma das principais preocupações do órgão é o roubo de cargas, que alimenta uma enorme rede de venda de produtos por camelôs em toda a cidade.

“A ideia é conscientizar as pessoas para que elas façam a parte delas no combate à violência como um todo e ao roubo de cargas em particular.” explica Bastos, também criador da campanha junto com as Diretoras de Arte Karina Puppin e Clarisse Costa.

Cada peça mostra um produto entre os preferidos pelo público, desde uma simples bala de menta até um smartphone ou um headphone. O detalhe é que no cantinho da bela embalagem mostrada em fundo impecavelmente branco tem uma mancha de sangue.

Serão aproveitados espaços também cedidos por jornais, TV aberta e fechada e exibidores de mídia OOH, como MUBs e bancas de jornais.

Peça da campanha da Onzevinteum alertando sobre o risco de comprar smartphones de origem duvidosa.
Peça da campanha da Onzevinteum alertando sobre o risco de comprar smartphones de origem duvidosa.
Ficha técnica:

Agência: Onzevinteum
Cliente: Gabinete de Intervenção
Criação: Gustavo Bastos, Clarisse Costa, Karina Puppin
Diretor de Criação: Gustavo Bastos
Atendimento: Diego Crisostomo, Ana Clara Nobre
Mídia: Rodrigo Sani
Fotografia: Studio H
Foto e manipulação: Omar Hamdan, Cesar Hamdan
Produtora (filmes): Silence
Diretor: Dudu Lopes

MX Publicidade
Publicidade

Marcio Ehrlich

Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, TV S e TV E.
seta