Fundação de Natal abre disputa milionária para escolher agência

Funpec

Uma concorrência de publicidade de R$ 50 milhões está sendo lançada pela Fundação Norte-rio-grandense de Pesquisa e Cultura (Funpec), entidade privada sediada em Natal (RN). A verba anunciada para o primeiro ano de contrato, com apenas uma agência a ser escolhida, surpreende, por ser, por exemplo, 2,5 vezes maior que o valor de R$ 20 milhões licitado pelo Ministério da Cultura. Ou beirar os R$ 56,2 milhões que a prefeitura de uma cidade como o Rio de Janeiro anunciou que poderá licitar este ano para três agências.

Como ocorre com todas as concorrências atualmente, no entanto, há uma cláusula explicando que a Funpec se reserva o direito de, a seu juízo, executar ou não a totalidade do valor contratual.

Curiosamente, a Janela não conseguiu encontrar, em pesquisas no Google, qualquer referência a ação publicitária realizada anteriormente pela Funpec. No entanto, pelo que se lê no edital, o Ministério da Saúde assinou um convênio com a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) para o repasse de recursos destinados ao desenvolvimento de pesquisas acadêmicas, médicas, ações educativas, aquisição de medicamentos e comunicação (envolvendo publicidade e comunicação corporativa, RP e digital), o que garantiria a verba licitada, em campanhas que  apoiem a UFRN na execução do “Projeto de Pesquisa Aplicada para Integração Inteligente Orientada ao Fortalecimento das Redes de Atenção para resposta rápida a Sífilis”.

Para concorrer, as agências deverão provar ter um patrimônio líquido mínimo de R$ 5 milhões. A entrega da documentação acontecerá na sala de reuniões da Funpec (Av.Senador Salgado Filho, 3.000. Campus Universitário, Lagoa Nova, Natal/RN), às 9:00h do dia 20/06/2018.

Clique aqui para baixar o Edital de Licitação da Funpec.

Dinâmica Talentos
Publicidade

Marcio Ehrlich

Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, TV S e TV E.
seta