• Quem vê esta coruja, Vota Eletromídia
    DPZ&T - Criatividade que gera resultados.
  • Prefeitura do Rio renova assessoria com FSB por R$ 6 milhões

    Francisco "Chiquinho" Brandão

    Depois de prorrogar os contratos de publicidade com as agências escolhidas na gestão de Eduardo Paes, Marcelo Crivella está renovando também seu contrato de assessoria de imprensa e relações públicas. O serviço é prestado pela FSB Estratégia em Comunicação Ltda., agência fundada por Francisco “Chiquinho” Soares Brandão (foto), e selecionada em concorrência por Paes em 2015.

    Assim como ocorreu com as agências Prole, Binder e Propeg, na área de publicidade, o novo contrato com a FSB vale por mais 12 meses (no caso, a contar de 20/07/2018), ou “até a conclusão de certame licitatório”. Desde a posse de Crivella, há no mercado a expectativa da realização de novas licitações. Como noticiado recentemente pela Janela, a disputa da área publicitária até foi autorizada pela Casa Civil este ano, mas não há previsão para a sua realização.

    Nascida nos anos 80, a FSB é uma das maiores empresas do setor no Brasil. Mas tem estado envolvida em inúmeras polêmicas por seu envolvimento na área política. Como aconteceu na delação premiada do publicitário e marqueteiro Renato Pereira, diretor da agência Prole, que cuidou da campanha de Eduardo Paes e participa da conta de publicidade da Prefeitura do Rio desde a eleição do peemedebista. Em novembro de 2017, chegou a público a delação de Pereira afirmando que agiu para direcionar a concorrência de assessoria de imprensa da Prefeitura do Rio para a FSB, em troca de receber 30% dos lucros da empresa.

    Segundo o marqueteiro, Chiquinho Brandão e seu sócio Marcos Trindade o procuraram reclamando por não participarem da conta da prefeitura. O diretor da Prole levou a reivindicação a Eduardo Paes e ficou acertado que a FSB seria, então, a vencedora da concorrência CVL Nº 002/2014, como acabou acontecendo. Concorrência, aliás, que está sendo prorrogada agora por Marcelo Crivella, no valor exato de R$ 5.988.959,30.

    Marcio Ehrlich

    Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, TV S e TV E.
    seta