• DPZ&T - Criatividade que gera resultados.
    Eletromídia
  • Foto de pai e filho se repete em várias peças e chama a atenção

    A foto original da Getty Images

    Quem percebeu e botou a boca no trombone pelas redes sociais foi o fotógrafo carioca Al Hamdan, do Studio H. Pai e filho da foto principal desta matéria têm sido escolhidos por uma enormidade de empresas para suas campanhas do Dia dos Pais. É o verdadeiro “Pai do Ano”, usando os mais variados tipos de produtos.

    Naturalmente, a grita dos fotógrafos profissionais é pela desconfiança de que, em alguns casos, as imagens não estejam sendo sequer pagas nos bancos de imagens, mas copiadas na internet.

    A Janela foi atrás e descobriu que, na verdade, os direitos desta foto são da Getty Images, que a identifica, numa tradução livre para o português, como “Pai brincalhão dando a seu filho uma volta de cavalinho“. E o custo da imagem, dependendo do tamanho a ser baixado, varia entre US$ 50 e US$ 499.

    Em conversa com a Janela, Hamdan explica que está provocando a que mais fotógrafos se juntem na luta de denunciar o uso de imagens não pagas.

    “Os bancos de royalty free entraram no mercado e isso não vai mudar. O problema é vermos que tem muito diretor de arte roubando na cara de pau. Claro que as agências sérias compram o direito de uso para seus clientes. Mas será que todas estas pagaram?”, alerta o fotógrafo.

    Hamdan acha importante que os clientes se conscientizem do risco que estão correndo ao aprovar trabalhos que não tenham a certeza dos direitos de uso das fotografias. “Se os bancos de imagens forem atrás, eles podem ser processados e o prejuízo será muito maior”, diz.

    O diretor do Studio H, naturalmente, defende a produção de fotos exclusivas, através da contratação de um fotógrafo profissional, chamando a atenção para o perigo das fotos royalty-free:

    “As empresas precisam lembrar que o uso destas fotos não tem qualquer controle ou exclusividade. A foto deste pai, por exemplo, pode ser comprada por alguém que a queira usar em uma campanha anti-pedofilia. O que vai pensar quem encontrar depois, o mesmo pai, em uma campanha do Dia dos Pais?”, pergunta Hamdan.

    A mesma foto de pai e filho em diferentes campanhas do Dia dos Pais
    A mesma foto de pai e filho em diferentes campanhas do Dia dos Pais

    Marcio Ehrlich

    Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, TV S e TV E.
    seta