• Quem vê esta coruja, Vota Eletromídia
    DPZ&T - Criatividade que gera resultados.
  • Burocracia embaralha concorrência de Petrópolis

    Pórtico de Petrópolis

    Mais preocupados com espirais de encadernamento, etiquetas de CD e o espaçamento do texto das proposta que com o conteúdo delas, a Subcomissão Técnica da concorrência publicitária de Petrópolis desclassificou por detalhes burocráticos todas as seis agências — sim, você entendeu, todas! — que haviam entregue documentação para tentar levar a conta da cidade serrana: Agência Um (PE), Calice (DF), Binder (RJ), Duelo (Volta Redonda), E3 (Campinas) e Eurofort (RJ).

    Reunidos na tarde de ontem na sala de licitações da Prefeitura, os representantes das agências voltaram para seus escritórios de mãos abanando, sem sequer saber que notas suas propostas haviam recebido, já que os três membros da comissão técnica — Jaqueline Ribeiro da Costa, Ellen Tardelli Leite e Ricardo Siqueira Paiva e Silva — acharam mais conveniente não fechar o mapa de conclusão dos trabalhos, mantendo lacrados e apócrifos os envelopes de cada proponente.

    A situação inédita — inclusive para a Comissão de Licitação de Petropólis, segundo fontes da Prefeitura — causou constrangimento aos concorrentes, que, inclusive, privados de saber a que agência cabia cada envelope apócrifo, se viram na condição de sequer poderem recorrer das desclassificações.

    Não por acaso, o representante de uma das agências concorrentes se retirou da sala antes mesmo do término da sessão.

    Reação do Mercado

    A situação kafkiana criada pela subcomissão técnica, explicou para a Janela um empresário do setor publicitário, é que, por identificar cada proposta pelo tema apresentado — mas sem nominar a agência — todas as concorrentes ficaram de mãos amarradas: se alguma delas entrar na justiça para pedir seus direitos baseada no reconhecimento de que o tema citado é de sua autoria, ela estará saindo do anonimato e, portanto, forçando a sua própria desclassificação.

    Alertado, o Sindicato das Agências do Rio de Janeiro (Sinapro-RJ) decidiu ainda ontem estudar que providências legais deverá tomar. Em conversa com a Janela, o advogado da entidade, Dr.João Luiz de Faria Neto adiantou que, “legalmente, a subcomissão técnica teria a obrigação de exibir as pontuações de cada concorrente”:

    – Não fazendo isso, eles tiraram das agências o direito de entender o que eventualmente a subcomissão tenha encontrado de errado na sua documentação, para poder preparar seus contraditórios. O correto, por recomendação do Sinapro-RJ, é que a Comissão de Licitação da Prefeitura de Petrópolis divulgue as respectivas pontuações, desclassifique se julgar que deve e abra, então, o prazo legal para recurso das agências — completou.

    A Janela teve acesso ao teor da Ata de 71 páginas, em pdf, da subcomissão técnica. Para a curiosidade e informação do mercado, digitalizamos as justificativas das desclassificações e reproduzimos aqui: 

    (PROPOSTA A) , a que apresentou o slogan “EU SOU PETRÓPOLIS”,

    DESCLASSIFICADA por descumprir e desatender a 04 (quatro) exigências do Edital:

    (1) Caderno com ESPIRAL IRREGULAR: descumprimento aos termos do inciso ‘L’ do subitem 3.15 do anexo II do Edital

    (2) Ausência da apresentação de PECAS WEB EM CDs: descumprimento aos termos da alínea ‘C5’ do subquesito ‘Ideia Criativa’ do anexo II do Edital.

    (3) Apresentação de CDs COM ROTULO IRREGULAR: descumprimento aos termos da alínea ‘C19’ do subquesito ‘Ideia Criativa’ do anexo II do Edital.

    (4) AUSÊNCIA DE TABELAS: descumprimento às alíneas ‘D5’ e ‘D6’ do subquesito ‘Ideia Criativa’ do anexo II do Edital.

    (PROPOSTA B), a que apresentou o slogan “PETRÓPOLIS É REAL”,

    DESCLASSIFICADA por descumprir e desatender a 05 (cinco) exigências do Edital:

    (1) Apresentação de FOLHA IRREGULAR: descumprimento aos termos do subitem ‘3.1.16.3’ do Anexo II do Edital.

    (2) CITAÇÕES COM ESPAÇAMENTO IRREGULAR: descumprimento aos termos do inciso ‘H’ do subitem 3.15 do anexo II do Edital.

    (3) Caderno com ESPIRAL IRREGULAR: descumprimento aos termos do inciso ‘L’ do subitem 3.15 do anexo II do Edital.

    (4) Ausência da apresentação de PEÇAS WEB EM CDs: descumprimento aos termos da alínea ‘C5’ do subquesito ‘Ideia Criativa’ do anexo II do Edital.

    (5) AUSENCIA DE TABELAS: descumprimento aos termos das alíneas ‘D5’ e ‘D6’ do subquesito ‘Ideia Criativa’ do anexo II do Edital.

    (PROPOSTA C), a que apresentou o slogan “NA CIDADE IMPERIAL, HISTÓRIA SE FAZ TODO DIA”,

    DESCLASSIFICADA por descumprir e desatender a 03 (três) exigências do Edital:

    (1) Apresentação de CDs COM RÓTULO IRREGULAR: descumprimento aos termos da alínea ‘C19’ do subquesito ‘Ideia Criativa’ do anexo II do Edital.

    (2) Não apresentação de PLANILHA COM PERCENTUAL DE MÍDIA GERAL: descumprimento aos termos do inciso III da alínea ‘D4’ do subquesito ‘Estratégia de Mídia e Não-Mídia’ do anexo II do Edital.

    (3) AUSENCIA DE TABELAS: descumprimento aos termos das alíneas ‘D5’ e ‘D6’ do subquesito ‘Ideia Criativa’ do anexo II do Edital.

    (PROPOSTA D), a que apresentou o slogan “RESPONSABILIDADE QUE GERA RESULTADO”,

    DESCLASSIFICADA por descumprir e desatender a (02) dois termos do Edital:

    (1) Na apresentação DA PLANILHA DE RADIO 1550 AM apareceu o nome da CÂMARA MUNICIPAL DE PETRÓPOLIS

    (2) Em análise complementar, DESCLASSIFICO essa proposta por ter descumprido os termos determinados no subitem 3.1.11.1 do Anexo II do Edital, por ter apresentado tabelas contendo nomes de responsáveis pelos veículos de comunicação.

    (PROPOSTA E), a que apresentou o slogan “EU SOU IMPERIAL”,

    DESCLASSIFICADA por descumprir e desatender a 06 (seis) exigências do Edital:

    (1) Apresentação de TEXTOS DE FORMA IRREGULAR (EM PAPEL COUCHET): descumprimento aos termos da alínea ‘b’ do subitem 3.1.5 do anexo II do Edital.

    (2) Apresentação de PAGINAS NUMERADAS IRREGULARMENTE: descumprimento aos termos da alínea ‘j’ do subitem 3.1.5 do anexo II do Edital.

    (3) Caderno com ESPIRAL IRREGULAR: descumprimento aos termos do inciso ‘L’ do subitem 3.15 do anexo II do Edital.

    (4) QUANTITATIVO IRREGULAR DE PECAS WEB EM CDs, descumprimento aos termos da alínea ‘C8’ do subquesito ‘Ideia Criativa’ do anexo II do Edital

    (S) Apresentação de PECAS COM DESCRIÇÕES IRREGULARES: descumprimento aos termos do inciso ‘C15’ do subquesito ‘Ideia Criativa’ do anexo II do Edital.

    (6) AUSENCIA DE TABELAS: descumprimento aos termos das alíneas ‘D5’ e ‘D6’ do subquesito ‘Estratégia de Mídia e Nao-Midia’ do anexo II do Edital.

    (PROPOSTA F), a que apresentou o slogan “PETRÓPOLIS, QUALIDADE DE VIDA REAL”,

    DESCLASSIFICADA por descumprir e desatender a 04 (quatro) exigências do Edital:

    (1) Ausência da apresentação de PEÇAS WEB EM CDs: descumprimento aos termos da alínea ‘C8’ do subquesito ‘Ideia Criativa’ do anexo II do Edital.

    (2) Apresentação de PRANCHAS COM TAMANHO IRREGULAR: descumprimento aos termos da alínea ‘C13’ do subquesito ‘Ideia Criativa’ do anexo II do Edital.

    (3) Apresentação de CDs COM ROTULO IRREGULAR: descumprimento aos termos da alínea ‘C19’ do subquesito ‘Ideia Criativa’ do anexo II do Edital.

    (4) AUSÊNCIA DE TABELAS: descumprimento aos termos das alíneas ‘D5’ e ‘D6’ do subquesito ‘Estratégia de Mídia e Nao-Midia’ do anexo II do Edital.

     

    Marcio Ehrlich

    Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, TV S e TV E.
    seta