• Eletromídia
    DPZ&T - Criatividade que gera resultados.
  • Ministério do Esporte acaba mas renova com suas agências

    Leandro Cruz - Ministro do Esporte (2018)

    Mesmo com seu fim anunciado pela equipe do futuro presidente Jair Bolsonaro, o Ministério do Esporte, comandado por Leandro Cruz (foto), renovou seu contrato de publicidade de R$ 66 milhões com as agências Calia/Y2 e Nacional.

    Os documentos foram assinados com as duas agências no último dia 30/11, valendo a partir de 02/12 por mais um ano, ou seja, até 02/12/2019. A informação foi publicada esta quinta, 06/12, no Diário Oficial da União, detalhando que cada uma cuidará da parcela de R$ 33 milhões.

    Esta é a segunda renovação do órgão, cuja licitação aconteceu em 2016, chegando às manchetes da imprensa especializada quando a primeira colocada, a agência Prole, do marqueteiro Renato Pereira, em um gesto raro no mundo das contas públicas, decidiu abrir mão da vitória, alegando que a conta não seria rentável. Com a desistência da Prole, o Ministério do Esporte caiu no colo da terceira colocada, a Calia/Y2, agência comandada por Gustavo Mouco, irmão do marqueteiro de Michel Temer, Elsinho Mouco.

    Turismo também renova

    As agências Nacional e Propeg, aliás, também tiveram outros contratos renovados em Brasília. No caso, com o Ministério do Turismo, que, até o momento, ao menos, está com sua continuidade assegurada pela equipe de Bolsonaro.

    No valor total de R$ 50 milhões, a conta foi conquistada pelas agências em 2017, e o novo período vale de hoje, 06/12, até 05/12/2019.

    Marcio Ehrlich

    Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, TV S e TV E.
    seta