Grupo Coruja. Sua marca em movimento.
Publicidade

Bolsonaro defende o fim do BV e mudanças na relação com agências

Jair Bolsonaro na posse.

O mercado publicitário recebeu como bomba, esta segunda, 07/01, a promessa do presidente Jair Bolsonaro de mudar tudo na relação do Governo com as agências de propaganda, inclusive acabando com a Bonificação de Volume (BV) que veículos como a Rede Globo e a Editora Abril dão às agências.

Durante a posse dos presidentes dos bancos públicos, Bolsonaro ainda criticou a Lei 12.232/2010, que separou as regras do relacionamento do Governo com o mercado publicitário daquelas definidas pela Lei 8.666/1993, que estabeleceu as normas sobre licitações e compras, em geral. Nela, o governo aceita que exista o BV e descontos que os veículos dão às agências — sem que o anunciante (ou seja, o governo) receba parte do valor — de acordo com a quantidade de peças veiculadas.

“O BV tem que deixar de existir. Aprendi há pouco o que é isso e fiquei surpreso e até mesmo assustado. Vamos eliminar essas questões, para que a imprensa possa, cada vez mais, fazer um bom trabalho no Brasil”, afirmou o presidente.

Procurada, a Associação Brasileira das Agências de Publicidade (ABAP) informou que a entidade não irá se manifestar, tratando do assunto internamente.

Marcio Ehrlich

Marcio Ehrlich

Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, TV S e TV E.
seta