Grupo Coruja. Sua marca em movimento.
Publicidade

TSE oficializa a NBS como sua nova agência

TSE - Sede em Brasília

Nove meses depois de lançar, em junho de 2018, a sua concorrência nº 52/2018, para a escolha de uma agência de publicidade, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) finalmente oficializou a PPR – Profissionais de Publicidade Reunidos S.A (NBS) como a vencedora da disputa.

Claro que não foram os juízes eleitorais que julgaram as agências, mas não deixa de ser um exemplo da lentidão com que acontecem as decisões em Brasília, algo que faz pensar neste momento em que o Supremo Tribunal Federal resolveu que cabe à Justiça Eleitoral analisar os casos de Caixa 2 no Brasil.

Talvez até seja um bom briefing a divulgação de que o TSE está apto a cumprir com essa nova responsabilidade. Um desafio para a NBS , agência que competiu com outras 10 pela verba prevista de R$ 6 milhões (normalmente sem mídia, já que o TSE consegue veiculação gratuita nas campanhas educativas) e saiu na frente desde a fase técnica, alcançando 96,1 pontos dos 100 possíveis. Como seria uma campanha institucional, o TSE até conseguiria dispor de uma verba para a veiculação.

A agência carioca também passou pela última fase, de habilitação dos documentos, vencendo, no resultado final, Nova/SB, Escala e De Brito.

ATUALIZAÇÃO EM 02/07/2019

O Diário Oficial da União publicou que foi assinado, em 27/06, o Contrato-TSE nº 30/2019, com a empresa PPR – Profissionais de Publicidade Reunidos S.A., CNPJ nº 05.411.322/0008-13, no valor de R$ 6.000.000,00.
Assinara, pelo TSE, Anderson Vidal Corrêa, diretor-geral. E pela PPR (NBS), Eduardo de Godoy
Pereira, diretor-presidente.

Marcio Ehrlich

Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, TV S e TV E.
seta