• DPZ&T - Criatividade que gera resultados.
  • GDF abre concorrência para três agências com verba de R$ 79 mi

    Brasíia - Vista Aérea

    O Governo do Distrito Federal (GDF) está convocando as agências de propaganda para uma nova concorrência, batizada de nº 1/2019 e do tipo “Melhor Técnica”. A verba prevista pelo edital é de R$ 79 milhões por ano, e a entrega acontece dia 22 de julho, às 9:00h, na sala 809 do anexo do Palácio do Buriti, na capital federal.

    Em suas campanhas, as agências deverão resgatar a imagem do Distrito Federal, que, diz o briefing, está “extremamente prejudicada pela incapacidade de gestões passadas, que não conseguiram conter o
    avanço da deterioração de setores básicos, algo que tem interferido no crescimento de nossas cidades
    e na qualidade de vida dos nossos cidadãos”. As peças, então, precisam “sensibilizar a opinião pública para que todos abracem essa ideia e acreditem de que podemos, sim, reaver aquele DF que tanto nos orgulha e que ainda habita os nossos sonhos”.

    O edital pode ser baixado no site da Secom-DF.

    O contrato atual da conta do GDF está com as agências Binder, Desigual e Propeg desde janeiro de 2017, após uma concorrência tumultuada, em que a agência colocada em primeiro lugar, a Sette Graal, acabou desclassificada após a acusação de que um de seus sócios, Sávio Zambrotti, seria irmão de Vinícius Dória, coodenador da Agência Brasília – órgão que divulga as ações de governo. Com a desclassificação, a Binder, quarta colocada, subiu uma posição e garantiu sua presença no grupo.

    Marcio Ehrlich

    Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, TV S e TV E.
    seta