Grupo Coruja. Sua marca em movimento.
Publicidade

Com o CNH Digital, você tem que entregar seu celular ao guarda?

CNH Digital

Com os novos CNH Digital e CRLV Digital, o que você vai mostrar ao guarda quando for parado numa blitz?

Você já se imaginou entregando o seu celular desbloqueado nas mãos de um desconhecido?

Mas precisa? A resposta é NÃO!

O assunto vem à tona agora que o próprio Detran do Rio está saindo com campanha publicitária para explicar aos motoristas fluminenses sobre a Operação Detran Seguro, as tais blitzes que passaram a acontecer nas ruas do estado.

O hábito tradicional de entregar nossa carteirinha de motorista e os documentos do carro nas mãos da guarda agora vai ter que mudar com a implantação dos modelos digitais, que liberaram os motoristas da obrigação de portar a versão impressa.

Segundo informação da assessoria de comunicação do Detran, o motorista agora deve apenas exibir, na sua própria mão, o documento em versão digital. E passa a ser responsabilidade do agente de trânsito fazer a leitura do QR Code — que faz parte da documentação que é baixada nos celulares, junto do CNH e do CRLV — através de um aparelho específico, que as equipes das blitzes terão que portar.

A novidade se justifica. Afinal, o seu celular pode chegar a custar mais de R$ 5.000,00 e você não quer que ele corra riscos nas mãos de terceiros, numa mera verificação de rotina dos seus documentos digitais, certo? Até porque, se ele se acidentar, dificilmente você vai conseguir um reembolso do poder público.

Vale lembrar, aliás, que nem cabe mais ao guarda, como eu brinquei lá acima, lhe pedir qualquer documentação do carro. No Rio, pelo menos, de acordo com determinação do governador Wilson Witzel, desde o dia 8 de abril as operações da Polícia Militar devem estar focadas no combate ao crime, fazendo apenas revista em veículos se for em busca de armas e drogas. E para a checagem de veículos roubados e foragidos da justiça eles podem usar as informações da placa. Portanto, apenas os agentes do Detran, desde aquela data, vão lhe pedir para conferir a sua documentação.

Com o celular bem seguro na sua mão.

Marcio Ehrlich

Marcio Ehrlich

Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, TV S e TV E.
seta