Grupo Coruja. Sua marca em movimento.
Publicidade

Futuro lança Ledboat, mídia que vai circular pela orla carioca

O Ledboat da Futuro

Depois de um ano rodando pelo Rio com seus painéis de led em caminhões — os Ledtrucks — a Futuro Mídia Exterior apresentou ontem oficialmente ao mercado carioca o Ledboat, um barco que vai circular pela orla carioca com um painel de led de 15,36m X 3,84m e que, segundo a empresa, poderá atingir, em um fim de semana, na alta temporada, a 590 mil pessoas.

O barco, montado em parceria com a empresa de navegação RS Carvalho, vai rodar do Leme ao  Recreio, de quinta a domingo, por 12 horas seguidas, mas Shelldon Marin, presidente da Futuro, adianta que ele também poderá ser alugado para eventos corporativos nos outros dias da semana. Por enquanto, a Futuro conta com apenas um barco, mas a expectativa é chegar a três navegando pela orla.

O Ledtruck da Futuro
O Ledtruck da Futuro

Os Ledtrucks, que hoje já são nove nas ruas do Rio, também têm trabalhado no mesmo sistema de circuitos fixos, com a Futuro vendendo a possibilidade de locação para eventos específicos, como na transmissão de um jogo de futebol. “Se quero falar com os torcedores do Flamengo no jogo desta quarta-feira com o Emelec, por exemplo, é só eu parar um Ledtruck na porta do Maracanã”, brinca Shelldon.

O presidente da Futuro adianta que consegue prometer essa flexibilidade porque garantiu a legalização das mídias com a Prefeitura do Rio, tanto que, cita Shelldon, a própria Prefeitura já é uma das suas anunciantes. No caso do Ledboat, a Futuro também precisou obter a autorização da Capitania dos Portos, o que acabou gerando um episódio curioso. No primeiro dia em que o barco circulou, para demonstração, transmitindo o jogo final da Copa América, a tripulação foi abordada por fiscais da Capitania, que ainda não conheciam o veículo. Acabou que tiveram que seguir em frente, porque a papelada estava em ordem com o próprio órgão que eles representavam.

Shelldon Marin, presidente da Futuro, com sua filha Juliana Marin, diretora comercial da empresa de OOH
Shelldon Marin, presidente da Futuro, com sua filha Juliana Marin, diretora comercial da empresa de OOH

A ideia de usar um barco como peça de mídia exterior, Shelldon Marin revela que teve em Miami, quando viu um produto similar navegando por lá. “Tenho que levar isso urgentemente para o Brasil”, exclamou. Nos Estados Unidos, já são várias empresas atuando com os “floating billboards”, inclusive contratadas por prefeituras locais para transmitir mensagens educativas e comunicados oficiais. Não por acaso, entre as mensagens em vídeo que a Futuro instalou em seu primeiro Ledboat, alternando com comerciais de anunciantes, está a de conscientização de que os banhistas cariocas não deixem lixo na praia.

Marcio Ehrlich

Marcio Ehrlich

Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, TV S e TV E.
seta