Grupo Coruja. Sua marca em movimento.
Publicidade

Impacto Social é preocupação para nova agência em Curitiba

Felippe Motta e diretores da Santiago

Cidade conhecida no Brasil por suas preocupações com sustentabilidade, Curitiba ganhou agora uma agência focada no conceito de “impacto social”. Fundada por Felippe Motta, ex-diretor de criação da Master e um dos mais premiados criativos paranaense, a Santiago, garante que será gerida cuidando também de como afetará o meio ambiente e a sociedade.

“Para cada cliente que fechar um contrato conosco, outro cliente, sem fins lucrativos, será atendido sem qualquer tipo de custo, com a mesma estrutura de atendimento 360º da agência”, conta Motta. A Santiago, aliás, nasce com a conta (pagante) do Grupo Tacla, que administra oito shopping centers, nos estados de São Paulo, Paraná e Santa Catarina.

Além disso, 15% do lucro líquido anual da Santiago será revertido para a educação. “A ideia é oferecer bolsas de estudos integrais para pessoas que sonham em cursar publicidade, marketing ou design e não tenham condições financeiras para realizar esse projeto. E ainda: vamos garantir o estágio na própria Santiago, ou em um de nossos clientes, desde o primeiro até o último dia da faculdade”, adianta Felippe.

E, pelo lado da proteção ao meio ambiente, a agência implantou uma política de “Papel Zero”:
“Ninguém nunca vai receber um cartão nosso. O motivo é simples: não temos um. Somos a primeira agência de publicidade brasileira papel zero. Não temos envelope, pasta, timbrado, post-it, guardanapo, enfim, se é papel não entra da agência. A única exceção, por enquanto, é o papel-higiênico. E, todo papel que vier de fora será escaneado, arquivado e destinado para a reciclagem”, destaca o diretor de criação.

Além de Felippe Motta, fazem parte da sociedade da Santiago a diretora de atendimento Dani Béllio, que tem 20 anos de mercado com passagens por Loducca Curitiba, JWT Curitiba, Loducca São Paulo e Master, onde atendeu marcas como HSBC, Losango, GVT, Grupo Positivo, Kraft Foods e outras; a diretora de mídia Ju Selbach, profissional com mais de 11 anos de profissão, com atuação em mídia e inteligência de dados/pesquisa de mídia – análise de resultados, audiência, hábitos de consumo e comportamento do consumidor; o head of art Victor Gatto, que passou por agências como SoWhat, OpusMultipla, CandyShop e Master, ganhando mais de 40 prêmios, entre eles: duas vezes finalista do Profissionais do Ano da Rede Globo, diversos prêmios no Clube de Criação do Paraná – em Design, Print e OOH – e prêmio Colunistas Região Sul; e Flávia Withers, que tem na bagagem 15 anos de experiência em empresas como KPMG, Exxon Mobil e HSBC e será diretora financeira da agência.

Na foto, Ju Selbach, Felippe Motta, Dani Bellio e Victor Gatto.

Marcio Ehrlich

Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, TV S e TV E.
seta