Grupo Coruja. Sua marca em movimento.
Publicidade

Daniel “Japa” Brito será o novo presidente do CCRJ

Daniel "Japa" Brito

Com a decisão de Fábio Barreto e de Bruno Richter não apresentarem chapas para a eleição do Clube de Criação do Rio (CCRJ), o criativo Daniel “Japa” Brito (Rede Globo) deverá ser eleito, por aclamação, como o novo presidente da entidade que congrega os publicitários da área de criação no mercado carioca.

Ricardinho Weitsman
Ricardinho Weitsman

Com ele, como vice-presidente, se candidatará Ricardinho Weitsman (WMcCann), que já havia participado da diretoria do CCRJ em 2015, com a presidência de José Luis Vaz.

Barreto e Richter haviam chegado a aventar a possibilidade de disputar o comando do CCRJ, mas ambos concluíram que, no momento em que vive o mercado, precisariam continuar se dedicando com atenção às agências de que são sócios, a Sides e a Camisa 10, respectivamente.

O prazo para inscrição de chapas se encerra no final do dia desta quinta, 31/10 e a posse da nova diretoria, informa Pedro Portugal, atual presidente do CCRJ, acontece automaticamente no dia 1º de janeiro de 2020, para um mandato de dois anos.

Sobre o Japa

Formado em Publicidade pela Facha em 2004, com MBA em Marketing pela FGV, o redator Daniel Brito passou oito anos como criativo da FCB, onde chegou a diretor de criação do escritório carioca. De lá, mudou-se para a WMcCann e depois para a DPZ&T Rio. Com quase um ano de agência, foi levado a fazer parte da equipe de criação da Central Globo de Comunicação, comandada por Sérgio Valente.

Japa também é um dos responsáveis pela Miami Ad School no Rio de Janeiro. Na foto, ele recebeu o destaque do Colunistas Rio 2017 pela atuação da escola na formação de novos talentos para a publicidade carioca.

A Chapa

Vão estar também com Daniel Brito e Ricardo Weitsman a seguinte turma: Raul Santahelena (AbreLosOjos/MAS.RJ), Alexandre Abu (Oi Digital Surf), Bruno Richter (Camisa 10), Dani Ribeiro (Artplan), Eric Ribeiro (Webidia), Flavinho Medeiros (Republique), Gabriel Matar (Kombat Filmes), Lara Azevedo (@noix), Marcelo Coli (Take4 Content), Mario Nakamura (Butterflies), Milena Zindeluk (NBS) e Orlei “Passarinho” Gonçalves (Nova Onda).

No conselho, Carlos André Eyer (NBS), Carla Sá (Rede Globo), João Luiz Figueiredo (ESPM) e Toninho Lima (Brick).

Em conversa com a Janela, Daniel Brito conta que o atual presidente, Pedro Portugal, e o Youtuber Spartakus Santiago já foram convidados para os projetos sociais. E João Luiz Figueiredo, da ESPM., será consultor para a economia criativa.

Além disso, empresas como a Miami AdSchool, a Nova Onda e a Butterflies já se comprometeram a patrocinar algumas iniciativas. “O Clube precisa do apoio de todos”, diz ele.

O grupo também preparou o seguinte manifesto, que será distribuído ao mercado, mostrando o que pretendem:

NOVOCCRJ2020

Não vamos deixar essa ideia morrer.
Um projeto de resgate, ressignificação e reconstrução.

MANIFESTOCCRJ2020

A criatividade desconhece limites.
Transpõe paredes, derruba a descrença, desarma os preconceitos.
A criatividade tem o poder de desafiar a ignorância.
Lança luz no que é obscuro.
Transforma o desconhecido em cotidiano.
Ignora o olhar crítico dos céticos e os subverte em espanto e admiração.
A criatividade é a força mais pujante da natureza humana. E o que ela quer da gente é coragem.
Afinal, não foi Einstein que disse que “a imaginação é mais importante do que o conhecimento”.
Nós imaginamos o novo CCRJ como um estupendo catalisador da potência criativa do Rio de Janeiro. Vamos imaginar isso juntos?

IMAGINANDOCCRJ2020

Ampliar o campo de visão do cenário criativo do Rio de Janeiro para além das paredes das agências e da publicidade.
Promover e mentorear novos talentos e se aproximar do universo acadêmico.
Empoderar novas lideranças criativas.
Valorizar a atividade criativa no Rio de Janeiro e seu impacto positivo na sociedade e na economia.
Destacar a qualidade do nosso mercado e de toda a potência criativa que transpira no Rio.
Apoiar o empreendedorismo, a inovação e o mindset ágil e digital.
Em defesa da livre-circulação de ideias, do pensamento crítico e da inciativa aberta.
Estimular iniciativas de inclusão social, racial, PNE e de gênero.
Promover parcerias estratégicas de conteúdo com outras associações.
Realizar eventos, encontros, palestras, workshops.
Resgatar projetos de sucesso como o Young Creatives.
Dar continuidade ao que deu certo e imaginar o novo que pode reinventar o
cenário do Rio.
Menos clube fechado, mais comunidade aberta, coletivo pensante.
Redatores, roteiristas, planners, diretores de arte, designers, estilistas, influenciadores digitais, produtores de conteúdo, diretores de cena, fotógrafos, DJs, músicos…
Gente com as mãos raladas de produzir e fazer valer a criatividade em suas múltiplas manifestações.

Marcio Ehrlich

Marcio Ehrlich

Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, TV S e TV E.
seta