Grupo Coruja. Sua marca em movimento.
Publicidade

Árvore do Rio terá ações da Light com campanha pela NBS

Ana Veloso, Duda Magalhães, Roberto Medina e Wilson Witzel - Árvore do Rio 2019

A agência NBS será a responsável pela campanha publicitária que a Light lançará este mês divulgando o patrocínio — no valor de R$ 14 milhões — que a empresa de energia dará à árvore de Natal da Lagoa, através da Lei de Incentivo à Cultura da Secretaria de Estado de Cultura do Rio de Janeiro. A informação foi antecipada à Janela pela empresa, durante a coletiva de imprensa promovida esta terça-feira, 03/12, no Rio, pela Dream Factory, braço do Grupo Artplan responsável pela agora chamada “Árvore do Rio”.

No encontro, que contou com a presença do Governador Wilson Witzel, entre outras autoridades, o presidente da Dream Factory, Duda Magalhães, garantiu a data de lançamento como sendo 14 de dezembro, com show pirotécnico. Este ano, até por conta da correria da produção — somente há poucos dias o apoio da Light foi confirmado –, haverá uma redução na variedade de atrações paralelas ao evento, que, em versões anteriores, chegou a ter palco com apresentação até mesmo de orquestra sinfônica.

Como “espaços instagramáveis” são imprescindíveis em eventos atualmente, a Dream Factory manterá o totem com uma hashtag, no Parque do Cantagalo, para as pessoas poderem tirar foto. E será montada uma estrutura com bicicletas fixas que, ao serem pedaladas, acenderão uma bola com luzes, batizada de “Luzes do Rio”, já que representam pontos icônicos da cidade.

Quem vai aproveitar mais a oportunidade da Árvore do Rio será a própria Light. Além da campanha, já em produção pela NBS, que a empresa colocará na mídia, a marca estará presente com ações promocionais no entorno da Lagoa Rodrigo de Freitas, envolvendo seus usuários no projeto “Light Recicla”. O público poderá descartar material reciclável, ajudando, com isso, a gerar descontos para as  contas de luz de 48 instituições sociais cadastradas. E a empresa promoverá apresentações teatrais para ensinar o público a utilizar mais racionalmente a energia em suas casas. Tudo isso reforçado pela hashtag “#BrilhaRio” que, naturalmente, remeterá às 900 mil luzes acessas na árvore pela corrente elétrica levada pela Light.

Light talvez fora do Carnaval

A decisão da Light em garantir uma presença forte na Árvore do Rio pode ter uma justificativa estratégica. Apesar da declaração à mídia, em outubro, do presidente da Riotur, Marcelo Alves, de que a concessionária manifestou interesse em investir no Carnaval de 2020, orçado em R$ 18 milhões, a presidente da companhia, Ana Veloso, adiantou à Janela que ainda não sabe se apoiará a festa da Sapucaí no ano que vem. Em 2019, a Light foi uma das patrocinadoras do evento no Sambódromo, também através da Lei de Incentivo à Cultura.

Empossada no comando da companhia em abril último, Ana Veloso explicou que a nova administração da Light está seguindo rigorosamente suas normas de compliance. E os débitos que a Prefeitura do Rio tem com a concessionária podem ser um empecilho para que a empresa apoie financeiramente o Carnaval carioca.

Na foto, Ana Veloso, presidente da Light; Duda Magalhães, presidente da Dream Factory; Roberto Medina, o criador da Árvore da Lagoa; e o governador do Estado do Rio, Wilson Witzel, durante a coletiva de imprensa no Clube Caiçaras.

PUBLICIDADE

UM_Digital. Sem medinho de trabalhar com você.
Eletromidia
Eletromidia
Marcio Ehrlich

Marcio Ehrlich

Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, TV S e TV E.
seta