EcoMask Plus - Crie a sua!
Publicidade

Morre Hermínio Naddeo, jornalista e redator no Rio, SP e Minas

Hermínio Naddeo

Redator e diretor de criação de várias agências no Rio nos anos 1970-1980, o criativo Hermínio Naddeo morreu no domingo, 10/05, aos 75 anos, em Belo Horizonte, onde vinha morando.

Eristow seduziu o tomate, de Hermínio Naddeo
Um dos anúncios criado por Naddeo: Eristow seduziu o tomate”.

Hermínio começou a viver do texto escrevendo cartas comerciais da Estrada de Ferro Sorocabana, em São Paulo, seu estado de nascimento. E se tornou profissional de imprensa em 1967, quando entrou para a redação do jornal paulista Folha da Tarde, primeiro na Editoria de Turfe, depois na de Esportes. Ainda como jornalista, em 1971 veio para o Rio, onde trabalhou por seis meses no Jornal dos Sports.

A mudança para a publicidade aconteceu em janeiro de 1972, ao conseguir um estágio na J.W.Thompson carioca. Com três meses, foi contratado. Acabou passando por Salles, McCann-Erickson, JMM, CosCom Grant, Jotaé/Kastrup, Estrutural, Plural, Ênio, L&F e JMM (as duas em Belo Horizonte). Na CBBA/Propeg do Rio, chegou em 1986 a VP de criação.

De 1992 a 2006 atuou na sua própria agência, a Fifty Plus Marketing e Negócios, tendo como sócios o diretor de arte Victor Kirowsky e o profissional de planejamento Marcello Silva. O nome se devia a todos os três terem mais de 50 anos de idade. “Nada supera a experiência”, diziam.

Curiosamente, apesar de dono de agência, entre 2002 e 2006 foi diretor do Sindicato dos Publicitários do Rio.

Ao mesmo tempo, atuava com Marketing Político e a vivência na área o levou a escrever “O Livro de Cabeceira do Candidato”, lançado em 2006 pela Editora Advento. Também escreveu “São Paulo, nos tempos de antigamente”, sobre seus tempos de jornalista naquela cidade.

Hermínio Naddeo Júnior foi casado com Wanda Silveira Pires e deixa os filhos Hermínio Sérgio e Alessandro Naddeo deste casamento, além de filhos de outras uniões, Caio Marin Naddeo, com Leda Marin, e Simone Naddeo, com a última esposa Avani.

A notícia foi passada por um familiar a amigos nas redes sociais, informando a ,orte ter sido por “complicação de seu estado de saúde já debilitado”.

Marcio Ehrlich

Marcio Ehrlich

Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, TV S e TV E.
seta