• Prefeitura do Rio cancela Réveillon de Copacabana

    Réveillon Rio em Copacabana

    Agora é oficial. A festa de Réveillon de Copacabana não vai mais acontecer. A comunicação foi feita este sábado, 25/07, pela Riotur, como prevenção às aglomerações tradicionais do evento, que chegou a juntar, na passagem de 2019 para 2020, uma multidão de 2,9 milhões de pessoas na praia carioca.

    A empresa de turismo do Rio diz que pretende encontrar uma nova proposta de comemorar o Ano Novo de forma virtual, “sem presença direta de público, preservando prioritariamente a segurança das pessoas e considerando também uma atmosfera de reflexão e esperança diante de tantas perdas sofridas”.

    Aparentemente, a Riotur fará uma concorrência pública para que empresas privadas — que, através do chamado “caderno de encargos” também recebiam a incumbência de viabilizar a festa presencial — possam agora colocar na internet e na televisão o que vier a ser inventado. Uma alternativa é que os shows musicais aconteçam no já consagrado formato de lives, e que a queima de fogos seja montada no Pão de Açúcar e no Corcovado.

    Diz a Riotur que está dentro do cronograma, já que a abertura para o recebimento de propostas tradicionalmente acontece no mês de agosto.

    Nem a Riotur nem a Prefeitura esclareceram que medidas irão tomar para evitar que a população carioca, que não vem cumprindo as recomendações de isolamento social, compareça por conta própria às praias, em massa, no dia 31 de dezembro para prestar suas homenagens a Iemanjá ou dar seus tradicionais sete pulinhos sobre as ondas.

    Marcio Ehrlich

    Marcio Ehrlich

    Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, TV S e TV E.

    Envie um Comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Discussão

    1. Avatar ANTONIO LUIZ

      CARACA !

    seta