• Riotur dá mais prazo para achar quem banque o Réveillon

    Réveillon Rio, em foto de Fernando Maia

    A indefinição política no Brasil está afetando o planejamento do Réveillon carioca de 2020. No último dia 13, quando a Riotur deveria ter definido o nome da empresa que faria a organização da festa, o órgão surpreendeu-se ao descobrir que nem a SRCOM — empresa que tem assinado o evento nos últimos anos — nem o Banco de Eventos, que havia manifestado interesse em disputar a conta, conseguiram formalizar qualquer proposta de patrocínio privado.

    Em carta à Riotur, a SRCOM chegou a informar que “muito embora possua diversos parceiros interessados em patrocinar o evento, nenhum destes se comprometeu formalmente a aportar os recursos, justificando-se na incerteza política que assola o país, envolvendo a reforma da previdência e a reforma tributária”.

    A meta da Riotur este ano, explica seu presidente Marcelo Alves, é que toda a produção seja bancada pela iniciativa privada, razão pela qual a empresa de turismo do Rio ampliou o prazo para entrega de propostas até 15/09. Para a comemoração da chegada de 2019, o custo da festa havia ficado em R$ 13 milhões, dos quais a iniciativa privada entrou com apenas R$ 5 milhões e a Prefeitura precisou aportar R$ 8 milhões para completar as despesas.

    “Estou esperando que as empresas organizadoras sejam criativas. Não há necessidade de fazer exatamente o mesmo dos anos anteriores. A única coisa que faço questão é que haja show e os fogos tenham 14 minutos de duração”, diz Marcelo Alves. Mas o presidente da Riotur admite mudanças no formato do evento, como no tamanho de palco ou da iluminação, para que haja uma queda significativa nos custos.

    (Foto de Fernando Maia)

    PUBLICIDADE

    Marcio Ehrlich

    Marcio Ehrlich

    Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, TV S e TV E.

    Envie um Comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    65 + = 68

    seta