• SBT 945x150 - 2021-02-04
  • Agências, Abap e ABA entram no processo do Cade contra a Globo

    Cade - Prédio

    Não só a Associação Brasileira de Agências de Publicidade (Abap) e Associação Brasileira de Anunciantes (ABA) como as agências África e todas as do grupo Publicis — Publicis, Talent Marcel, DPZ&T e Leo Burnett — se juntaram ao inquérito administrativo movido pelo Cade contra a Rede Globo de Televisão como “terceiras interessadas aptas a intervir no presente feito nos termos delimitados na referida nota técnica”.

    Identificadas como partes “interessadas”, elas vão atuar com o que é tecnicamente chamado de “amicus curiae”, ou seja, empresas ou instituições que fornecem subsídios às decisões dos tribunais.

    A aceitação da participação das duas entidades e das cinco agências aconteceu na segunda-feira, 25/01, e, com a publicação em Diário Oficial, o Cade está dando agora quinze dias para que elas apresentem suas manifestações sobre o que julgam pertinente sobre o processo.

    A Janela entrou em contato com as partes, que preferiram não se manifestar por que o processo ainda está em julgamento.

    LEIA TAMBÉM NA JANELA

    Cade abre inquérito contra a Rede Globo por conta de BV (em 02/12/2020)

    PUBLICIDADE

    Tupi FM.
    Marcio Ehrlich

    Marcio Ehrlich

    Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, TV S e TV E.

    Envie um Comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    + 88 = 96

    seta