• Campanha da Petra retrata regionalidades do Brasil em mais de 120 ilustrações

    BETC Havas para Petra. Ilustração Olho Bala

    A BETC Havas resolveu retratar o Brasil em sua campanha “A cerveja que é muito a gente”, para a Petra, com um enorme painel de ilustrações sobre comportamentos particulares que cada região do Brasil tem.

    O lançamento está sendo no Rio de Janeiro, com as artes do estúdio de ilustração Olho Bala registrando coisas cariocas como as havaianas enfiadas na areia da praia para definir um gol, ou uma pizza com ketchup, o tradicional altinho e assistir o por do sol no Arpoador.

    BETC Havas para Petra, pela Olho Bala
    Ilustrações da Olho Bala mostram coisas do Rio na campanha da BETC Havas para a Petra.

    Em conversa com a Janela, o diretor de criação da BETC Havas, Marcelo Ribeiro, contou que tudo nasceu no percepção de que a Petra, sendo 100% nacional, pode falar do brasileiro como poucas outras. “Resolvemos mostrar, então, comportamentos que a gente conhece como sendo nossos, para reforçar o slogan de que a Petra é uma cerveja que ‘é muito a gente'”, conta o criativo.

    Em cima da ideia, a criação da agência saiu fazendo brainstorming sobre o que conheciam de cada região na qual a campanha viria a ser veiculada — Rio, São Paulo, Minas, Mato Grosso, Goiás, Paraná, Rio Grande do Sul e Nordeste –, consultando também pessoas locais para não esquecer de nada. O resultado ficou em 155 ilustrações, sendo 30 delas animadas, para postagens em redes sociais.

    Marcelo Ribeiro ainda conta que no briefing passado para Cris Barros, da Olho Bala, as imagens deveriam traduzir o Brasil com traços despojados, despretensiosos. Todas elas foram geradas na paleta de cores da embalagem da Petra, entre preto e laranja.

    Para Cris Barros, uma das coisas boas de pegar um job deste tamanho foi poder chamar outros ilustradores para o time, cujo portfolio ele já conhecia. Foi o caso de Issao Nakabachi e Bruna Ximenes, com quem Barros estará dividindo a criação até que todas as regiões da campanha sejam cobertas.

    Barros não se assustou com o volume, até porque já havia percebido que, com a pandemia, que criou algumas dificuldades na produção de fotos, as agências voltaram a demandar trabalhos gráficos. Mas ele fez questão de elogiar a criação da BETC Havas. “Está sendo um privilégio desenhar para a agência, com a liberdade que ela está nos dando para as nossas propostas”, comentou.

    PUBLICIDADE

    PUBLICIDADE
    PUBLICIDADESBT Rio
    PUBLICIDADE
    PUBLICIDADETupi FM

    Marcio Ehrlich

    Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, TV S e TV E.

    Envie um Comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    *

    code

    seta