• Ministério da Ciência abre concorrência para agência de publicidade

    Ministro Marcos Pontes

    Depois de pelo menos três anos sem contar com agência de publicidade, o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) abriu concorrência para a escolha das duas agências que irão cuidar de sua verba estimada em R$ 30 milhões.

    A entrega das propostas está marcada para 18/01/2022, na sede do órgão, em Brasília.

    O desafio criativo vai exigir um pouco de estudo pelos profissionais das agências: “esclarecer à população as razões da assinatura do Acordo de Salvaguardas Tecnológicas (AST)”. Este acordo, diz o MCTI, teria gerado especulações de que haveria “negociações secretas” entre o Brasil e os Estados Unidos, e até mesmo ameaças à soberania nacional.

    Vale lembrar que o MCTI é comandado pelo ex-astronauta Marcos Pontes (foto), e o tal acordo dará destaque à didade de Alcântara, no Maranhão, dentro do Programa Espacial Brasileiro.

    O Ministério da Ciência só teve agência até 2018, quando ainda se chamava Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC). Durante o Governo Temer, foi atendido pelas agências Debrito e Tempo.

    O edital da Concorrência nº 1/2021 pode ser baixado no Portal de Compras do Governo Federal.

    ATUALIZAÇÃO

    No dia 17/12/2021, às 10:00h, o MCTI fará o sorteio dos três membros da subcomissão técnica que julgará os trabalhos das agências. Foram indicados os seguintes profissionais:

    A) Vinculados ao MCTI
    1. Carlos Rogério Antunes da Silva
    2. Luiz de Almeida Andreoli
    3. Daniela Moura Yoshida
    4. Marcella Souza Carneiro
    5. João Eduardo Tabalipa Ferreira
    6. Mahendra de Sena Formiga
    B) Não Vinculados ao MCTI:
    1. Bruno Aragão Pradera
    2. Daniel Godoy
    3. Alessandra De Mello Pereira

    O sorteio acontecerá online, podendo ser acompanhado aqui.

    PUBLICIDADE

    Marcio Ehrlich

    Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, TV S e TV E. Atualmente, além da versão online da Janela, mantém um quadro semanal sobre publicidade na Tupi FM e na TV Max.

    Envie um Comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    *

    code

    seta