• Cidadania sobe a verba em nova licitação para agência corporativa

    João Roma - Ministro da Cidadania

    Está de volta a licitação do Ministério da Cidadania para a escolha de sua agência de comunicação corporativa. A anterior, lançada em julho de 2021, com verba prevista de R$ 9,5 milhões, acabou cancelada três meses depois, com o órgão renovando seu contrato com a FSB por mais 180 dias, ou seja, até 02/04/2022.

    Agora a disputa do órgão comandado por João Roma (foto), volta como Concorrência nº 2/2021, com uma verba 48,6% maior, chegando a R$ 14,1 milhões para os primeiros 12 meses.

    A licitação é do tipo Técnica e Preço e terá sua entrega de propostas no dia 03/02/2022, às 09:30h, em Brasília. O desafio que as agências terão de apresentar é desmistificar os programas da pasta, que são vistos “de maneira pejorativa por parte da sociedade, como unicamente assistencialistas”, diz o briefing constante do edital. “A sociedade deve ser conscientizada de que o Ministério da Cidadania foi criado com o objetivo maior de promover programas sociais e de esporte que permitam à sociedade maior liberdade”, esperam os organizadores da concorrência.

    O edital de licitação pode ser baixado no site de compras do Governo.

    História

    O Ministério da Cidadania é resultado de uma junção de três ministérios: Desenvolvimento Social e Agrário, Cultura e Esporte. Já passaram por ele Osmar Terra, inicialmente, depois Onyx Lorenzoni.

    No MDSA a conta corporativa era da in.Pacto, que não teve seu contrato renovado por Lorenzoni, ficando apenas a FSB, que chegou pelo Ministério do Esporte.

    Na área de publicidade, o Cidadania agora é atendido apenas pela agência Fields, já que Calia e Nacional também tiveram seus contratos encerrados. Mas espera-se que a qualquer momento João Roma solte a concorrência para a área.

    ATUALIZAÇÃO EM 17/01/2022

    O Ministério da Cidadania (MC) marcou para 28/01, às 10:00h, o sorteio da subcomissão técnica que julgará as propostas das agências na Concorrência nº 2/2021, para a Comunicação Corporativa do órgão.

    Os dois jurados vinculados ao MC serão sorteados entre os profissionais Gabriel Garcia Almeida (jornalista assessor especial do Ministro), Germano Bona (assessor especial do MC), Ariana da Conceição Dantas e Alessandro Godinho. O não vinculado virá entre Ana Letícia Jacinto Monteiro (coordenadora de publicidade do Ministério da Saúde) e Gustavo de Assis Calsing (coordenador-geral de administração de contratos da Secretaria Especial de Comunicação Social).

    LEIA TAMBÉM NA JANELA

    Fields fica sozinha na conta do Ministério da Cidadania (em 08/12/2021)

    Cidadania quer agência de comunicação. Verba é de R$ 9,5 milhões (em 19/07/2021)

    Marcio Ehrlich

    Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, TV S e TV E.

    Envie um Comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    *

    code

    seta