• Apenas FSB e in.Pacto entram na disputa pela conta digital do Governo do Rio

    Governador Claudio Castro

    Duas vagas, duas concorrentes. Se os responsáveis pelas propostas e pela documentação das agências FSB e in.Pacto não tiverem feito bobagem, as duas estão garantidas para gerenciar a verba de R$ 11,4 milhões que o Governo do Estado do Rio separou para sua comunicação digital este ano.

    Surpreendendo tanto os diretores de ambas quanto a área de comunicação de Laranjeiras, mais nenhuma agência se interessou em participar, esta segunda-feira, 10/01, da Concorrência Pública 03/2021. Que, como é do tipo “Melhor Técnica”, sequer vai gerar disputa de preço entre as licitantes.

    Para alguma emoção no processo, portanto, somente uma pergunta: qual chegará em primeiro?

    Os julgadores

    Em novembro de 2021, foi feito o sorteio para definir quem julgará os trabalhos das agências digitais concorrentes. A subcomissão será formada, como membros vinculados ao Governo do Estado, por Ana Luiza Gomes da Silva e Mariana Carvalho Guedes. E, como não vinculado, por Alexandre Coutinho de Sá.

    Como suplentes vinculados, Carolina Nóbrega Gomes Pereira, Samara Melo Aragão, Juliana Granato da Costa Lima e Fernanda Moreno de Oliveira Franco. E como não vinculados, Isabelle Theodoro Villas Boas e Wllysses Brandão Dávila Costa.

    PUBLICIDADE
    PUBLICIDADE
    PUBLICIDADETupi FM e NovaBrasil FM

    LEIA TAMBÉM NA JANELA

    Sai a licitação pela conta digital do Governo do Rio (em 22/11/2021)

    Governo do Rio vai abrir concorrência para agência digital (em 04/11/2021)

    Marcio Ehrlich

    Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, TV S e TV E.

    Envie um Comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    *

    code

    seta