• Publicitários não se manifestam e Cremesp só terá jornalistas julgando agências

    Cremesp

    Sete agências se apresentaram nesta quinta-feira, 03/02, em São Paulo, para a concorrência do Conselho Regional de Medicina de São Paulo (Cremesp), que anunciou uma verba anual de publicidade de R$ 18 milhões. Foram elas Adag, Aorta, Artplan, Brick, Octopus, Rino e Versão BR.

    Esta concorrência terá uma particularidade. Apenas jornalistas farão parte da subcomissão técnica que julgará as propostas das agências. Pode parecer um absurdo, mas é perfeitamente legal.

    A Janela questionou o Conselho sobre a ausência de publicitários. Segundo a assessoria de imprensa, o órgão seguiu todos os procedimentos legais: abriu um Chamamento Público para que profissionais de comunicação se dispusessem a participar da subcomissão, como os chamados “membros não vinculados” ao contratante. Neste chamamento, foi dado um prazo de 09/12/2021 a 10/01/2022 para inscrições.

    Pois apenas quatro pessoas se apresentaram, dos quais apenas três cumpriam com os requisitos legais: os jornalistas Mariana Debiagi Nuciteli Grosche, Tiago de Paula Oliveira e Wagner Eufrosino.

    Como o Cremesp não tem, como contratados, publicitários, da mesma forma apenas jornalistas da assessoria de comunicação do Conselho puderam ser relacionados como “membros vinculados”: Aglaé Silveste, Concília Ortona, Fátima Barbosa, Gislene Pizzini, Ivolethe Duarte e Nara Damante.

    Até há alguns anos, durante a gestão de Enio Vergeiro na presidência, a Associação dos Profissionais de Publicidade (APP), de São Paulo, ficava atenta a estas licitações para disponibilizar profissionais com experiência em publicidade na formação das subcomissões. Pelo visto, não mais.

    Não será o caso de as entidades do setor se organizarem para isso?

    PUBLICIDADETupi FM e NovaBrasil FM
    PUBLICIDADE
    PUBLICIDADE

    LEIA TAMBÉM NA JANELA

    Cremesp quer agência de publicidade. Verba é de R$ 18 milhões (em 06/12/2021)

    Marcio Ehrlich

    Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, TV S e TV E.

    Envie um Comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    *

    code

    Discussão

    1. A grande verdade é que a área publicitária sempre foi indevidamente invadida por curiosos.

    seta