• Pedro Duarte volta a pedir a suspensão da licitação da Prefeitura do Rio

    Prefeitura do Rio - CASS - Com Logo no Teto

    Autor do processo que levou ao cancelamento da licitação de publicidade lançada pela Prefeitura do Rio em 2021, o vereador Pedro Duarte (Novo-RJ) voltou a acionar a Justiça para questionar a disputa  de agências que teve início em 2022.

    Em processo junto ao juízo da 10ª Vara de Fazenda Pública, apresentado esta terça-feira, 22/03, Duarte aponta que a revogação da primeira licitação, com o lançamento de uma nova “com idênticos vícios denota intolerável burla às decisões que determinaram a suspensão da primeira”.

    Diz o vereador que, a despeito de o município haver sido intimado a lhe disponibilizar a íntegra do novo processo licitatório, ele não obteve qualquer resposta, sendo obrigando a conseguir o edital “via prerrogativa parlamentar”.

    Pedro Duarte defende que, mesmo tendo havido uma queda na verba que o município informa em edital que pretende investir em publicidade — era de R$ 252 milhões para dois anos no processo de 2021 e agora ficou estabelecida em R$ 126 milhões –, o valor estaria acima do que determinou a Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2022, que seria permitir apenas R$ 41,1 milhões este ano em “publicidade, propaganda e comunicação social”.

    Em sua nova petição à Justiça, Pedro Duarte pede que, “em tutela provisória de urgência”, o juiz determine a suspensão do novo certame, assim como, em “tutela do mérito”, o declare nulo.

    Procurada pela Janela, a Prefeitura informou que prefere não se manifestar a respeito.

    PUBLICIDADE
    PUBLICIDADETupi FM e NovaBrasil FM
    PUBLICIDADE

    LEIA TAMBÉM NA JANELA

    Prefeitura do Rio faz nova concorrência para agências, agora com verba de R$ 126 milhões. (em 07/03/2022)

    Prefeitura do Rio cancela licitação parada na Justiça (em 23/02/2022)

    Marcio Ehrlich

    Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, TV S e TV E.

    Envie um Comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    *

    code

    seta