• 1º de abril não anima tanto o mercado quanto poderia

    11:21 para a Rio Carioca no 1º de abril

    Será que perdeu a graça brincar com oportunidades como o 1º de abril? Ou os clientes é que andam sérios demais.

    Como era de se esperar, a agência 11:21, do criativo Gustavo Bastos, se recusou a deixar passar esta chance de, nesta data, criar posts para seus clientes, que entram na pilha.

    Rádio Tupi, Rio Carioca (essa que ilustra o alto da matéria), CookieLab e OndAzul ganharam peças brincando com o Dia da Mentira, juntando criação do próprio Gustavo com Diego Crisóstomo, Dario Assis, Julia Mello, Tamyres Fidalgo, Jessica Tavares e Danilo Dragon.

    11:21 para CookieLab e OndAzul, no Dia da Mentira

    Em São Paulo, o movimento Volta Pinheiro, do publicitário Marcelo Reis, CCO da Leo Burnett Tailor Made, fez um flashmob na Avenida Paulista para protestar contra a poluição do rio Pinheiros, da capital, já que a promessa de despoluição se revelou uma mentira do governo.

    Volta Pinheiros, no 1º de abril

    Mas não encontramos registros de muitas outras coisas nas redes sociais. E mesmo no jornal o Globo, apenas uma peça do Fato Ou Fake, que, afinal, é do próprio grupo, se referia à mentira, mas sem citar explicitamente o dia 1º de abril.

    Fato ou Fake, no 1º de abril de 2022Aliás, fake news estão na pauta de quem pensa em mentira, mas nem é só do dia, e sim do ano.

    Ginga para Burker King, no 1º de abril

    Na peça da Rádio Tupi, criada pela 11:21, o texto citava que para a emissora, “Hoje é um dia como outro qualquer”. Afinal, “para quem lida com informação, não existe dia da mentira, nem no 1º de abril”.

    O Burger King aproveitou uma parceria com a agência de checagem Aos Fatos e, neste 1º de abril, prometeu aos 300 primeiros que enviassem denúncias de notícias falsas — valendo até domingo, dia 3 –. um sanduíche Whooper. A ação foi criação da agência Ginga.

    Aliás, em homenagem ao dia e por conta da escassez de aproveitamentos da oportunidade, houve quem protestasse que “não se faz mais propaganda como antigamente”, lembrando do anúncio clássico do Fusca, para o 1º de abril, mostrando o carro como se tivesse um radiador. Para quem não viveu a época, o Fusquinha era refrigerado a ar.

    Para o registro histórico, então, demos uma limpada nas versões que encontramos na internet e estamos reproduzindo aqui. O original é uma criação da agência Alcântara Machado, Periscinoto, a Almap.

    Fusca, anúncio de 1º de abril

    PUBLICIDADETupi FM e NovaBrasil FM
    PUBLICIDADE
    PUBLICIDADE

    Marcio Ehrlich

    Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, TV S e TV E.

    Envie um Comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    *

    code

    seta