• Oi quer encontrar as crianças que já apareceram em seus comerciais

    NBS: Oi

    Quantas crianças já apareceram fazendo o encerramento dos comerciais da Oi?

    Aproveitando que a Oi lançou esta semana uma ação para encontrar todas elas, a Janela correu atrás para dar um chute, conversando com quem, na agência NBS, cuidou da publicidade da operadora desde que ela nasceu, há exatos 20 anos.

    A estimativa de Cyd Alvarez, que foi fundador e presidente da NBS, e de Andrea Metkzer, a RTV que produziu os filmes até 2021, quando estava na agência, é que tenham encerrado os comerciais da Oi nada menos que 350 crianças diferentes.

    Andrea lembra ainda que nos primeiros anos, a NBS chegava a botar de 30 a 40 filmes no ar. Só que, em 2002, quando a empresa surgiu, apenas uma menina foi escolhida para ser “a cara da Oi”. E foi exatamente Alicia Blanco, a filha de Alberto Blanco, diretor de marketing da operadora. E que hoje já tem 23 anos.

    A Janela conversou com Blanco, que não só se emocionou com a lembrança, como contou uma história curiosa, sobre o dia em que a menina, que havia começado a aparecer na telinha entre dois e três anos de idade, chegou em casa e lhe perguntou: “Papai, o que é autógrafo?”

    Ação nas redes sociais

    A busca da Oi está sendo feita nas redes sociais, através dos seus embaixadores como Whindersson Nunes, Nobru e Maísa, ela própria tendo sido uma estrela mirim dos programas de Sílvio Santos.

     

    Ver essa foto no Instagram

     

    A ação, com desdobramento no Instagram, Facebook e LinkedIn, faz parte da recém lançada campanha de reposicionamento da marca Oi, dentro do conceito de “transformação”, já que deixou o segmento de telefonia digital para focar no mercado de conexões por fibra ótica.

    A busca deverá durar um mês, para permitir que Maísa, em novas peças publicitárias, possa traçar um paralelo entre a tal transformação da Oi com a das crianças e dela mesma.

    PUBLICIDADE
    PUBLICIDADE
    PUBLICIDADETupi FM e NovaBrasil FM

    Marcio Ehrlich

    Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, TV S e TV E.

    Envie um Comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    *

    code

    seta