Publicidade; Festa do Colunistas Rio e Centro-Leste. (21) 2537-2424

MinC divulga nomes que vão julgar propostas das agências

Ministério da Cultura - Vale+Cultura

Até o próximo dia 9 de março, as agências que pretendem disputar a conta do Ministério da Cultura (MinC) podem impugnar os nomes que considerarem incapazes ou comprometidos para participar da subcomissão técnica que julgará as propostas da concorrência pela conta de R$ 20 milhões do órgão comandado por Sérgio Sá Leitão.

A impugnação – se vier acompanhada de “fundamentos jurídicos plausíveis” – está prevista na Lei Federal nº 12.232/2010, que regula as concorrências de governo. E serve para evitar situações como a que aconteceu com a licitação do Banco do Brasil, suspensa há quase um ano, por suspeitas de que um dos participantes da sua subcomissão técnica tivesse vínculo com uma das ganhadoras.

Os participantes da subcomissão serão sorteados na segunda-feira, 12 de março, em Brasília, entre nove profissionais de publicidade ou comunicação selecionados pelo Ministério da Cultura. São eles:

Vinculados ao MinC:
1) Cibele Hoisel Amâncio Costa, CPF 770.766.055-20;
2) Giselle Oliveira Garcia, CPF 955.850.221-68;
3) Ygor Bernardes da Silva, CPF 726.689.541-34.

Não vinculados ao MinC:
1) Luiz Fernando Rila, do Ministério da Saúde. CPF 820.043.077-49;
2) Carlos Antônio Alves de Almeida, CPF 416.496.301-82;
3) Diogo Peres Neto, do Ministério da Integração. CPF 286.454.178-55;
4) Roberto Constante Filho, do Ministério do Esporte. CPF 176.586.688- 00;
5) Roberta Bastos Carneiro Campos, do Ministério do Turismo. CPF 720.494.051-20; e
6) Tiago José Tomazella, da Embratur. CPF 305.764.428-79.

Como curiosidade, a Janela fez uma busca no Google pelos nomes acima, até para encontrar em que órgãos trabalham e se já foram citados em algum noticiário. Encontramos sobre Luiz Fernando Rila, que já trabalhou na FSB e no jornal Estado de São Paulo. Rila deixou a FSB exatamente para assessorar exclusivamente o ex-ministro José Dirceu durante o julgamento do mensalão. E em 2015, a Polícia Federal encontrou notas de 2013, emitidas por sua empresa Doppio Serviços de Informação, no material apreendido com o irmão de José Dirceu. Na época, ele declarou ao site Antagonista que “nunca fez repasses a Dirceu”.

E também sobre Diogo Peres Neto, que foi ligado ao ex-ministro Helder Barbalho em sua campanha pelo governo do Estado do Pará. Diogo também já teve passagem pela publicidade, como diretor da agência Link/Bagg.

Experiência em publicidade também tem Cibele Hoisel, hoje Coordenadora de Comunicação do MinC. Além de ter atuado na comunicação da Embratur e do Ministério da Saúde, na Bahia trabalhou nas agências Publivendas e SLA. E também passou pela CC&P, a agência de Duda Mendonça.

O sorteiro é público, acontecendo às 17h de 12/03, na sala de reuniões do 4º andar do MinC. Já a entrega das propostas das agências, segundo o Edital da Concorrência nº 01/2018, acontece na segunda-feira, 26/03, também no MinC.

LEIA TAMBÉM:

Ministério da Cultura licita R$ 20 milhões para publicidade (em 09/02/2018)

ATUALIZAÇÃO EM 23/03/2018

O sorteio realizado pelo Ministério da Cultura definiu que a Subcomissão Técnica será formada por Cibele Hoisel Amâncio Costa, Tiago José Tomazella e Carlos Antônio Alves de Almeida, ficando os demais nomes como suplentes, para convocação no eventual impedimento dos titulares.

Além disso, a Comissão Especial de Licitação, que conduzirá o processo, fica composta por Victor Hugo Martins Dos Santos (Presidente), Diego Alexander Pinto Mendes (Vice-Presidente) e mais Maryane Borges Machado, Sandro Moura Da Silva e André Luis Masullo (Membros).

Pixel. O que você pensar, fazemos.
Publicidade

Marcio Ehrlich

Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, TV S e TV E.
seta