Sindicato de agências de Brasília pede impugnação no Sebrae

Sede do Sebrae Nacional em Brasília

EM PRIMEIRA MÃO – A concorrência pela conta publicitária do Sebrae Nacional acaba de entrar num impasse. O Sindicato de Agências de Publicidade de Brasília (Sinapro-DF) protocolou esta terça, 17/04, um pedido de impugnação da disputa. A iniciativa atende reivindicação das associadas da entidade, contrárias à exigência de Patrimônio Líquido de R$ 8 milhões — considerado elevado — para que uma agência possa estar apta a brigar pela conta.

Em matéria publicada pela Janela no início do mês (veja abaixo), a Federação Nacional das Agências de Publicidade já alertava que era um contrassenso o Sebrae, como instituição que defende as pequenas e médias empresas, querer trabalhar apenas com agências do porte de multinacionais. De acordo com levantamento do mercado, mesmo agências nacionais de médio a grande porte ficam na faixa de Patrimônio Líquido entre um e quatro milhões de reais.

Fonte da Janela em Brasília, na época, no entanto, explicou que a atitude do Sebrae Nacional provavelmente seria uma reação aos problemas que o órgão já teve com uma de suas agências no passado, que, após encerrar suas operações na capital federal, teria deixado em aberto pagamentos junto a veículos e fornecedores.

A apresentação das propostas das agências, de acordo com o edital  da Concorrência nº 1/2018, seria no próximo dia 27 de abril, em Brasília. Atualmente, o Sebrae Nacional é atendido pelas agências Lew’Lara/TBWA e nova/sb.

LEIA TAMBÉM:

Fenapro estuda recorrer contra concorrência do Sebrae (em 03/04/2018)

Sebrae Nacional abre concorrência de publicidade (em 02/04/2018)

MX Publicidade
Publicidade

Marcio Ehrlich

Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, TV S e TV E.
seta