TSE abre concorrência para nova agência com verba de R$ 6 milhões

Urna Eletrônica do TSE

Com o fim do contrato — já prorrogado — com a MullenLowe previsto para dezembro de 2018, o Tribunal Superior Eleitoral já lançou a sua nova concorrência publicitária, por uma verba estimada em R$ 6 milhões.

A entrega das propostas pelas agências acontecerá em 07/08, às 10 horas, no auditório II do Edifício Sede do TSE.

O Edital da Licitação TSE nº 52/2018, que pode ser baixado na área de “Licitações em Andamento”  do site do TSE, passa o desafio de as concorrentes apresentarem ideias para estimular o brasileiro a não só ver o voto como agente de mudança como acreditar que a urna eletrônica é segura.

A ação do TSE na comunicação torna-se necessária, explicam, porque “o Brasil vive um momento de grande turbulência política e social, com reflexos claros na relação do eleitor com as eleições e com a Justiça Eleitoral”.

Em 2010, a vencedora da concorrência do TSE, para uma verba de R$ 6,5 milhões, foi a agência Fields, que cuidou da campanha das Eleições 2010.

O processo havia sido iniciado em 10/12/2017 e também AdAg, Borghierh Lowe, Cannes, Casablanca, Lua Branca, Ogilvy & Mather, Plá e Perfil.

O contrato com a Fields foi sendo renovado até 2013, quando houve nova concorrência, vencida pela Borghi Lowe, hoje Mullen Lowe.

LEIA TAMBÉM:

TSE renova com Mullen Lowe até 2018 (em 16/12/2017)

MX Publicidade
Publicidade

Marcio Ehrlich

Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, TV S e TV E.
seta