• Mario Marques deixa a Comunicação de Witzel

    Mario Marques (2017)

    As mudanças na Secretaria da Casa Civil do Governo Witzel — com a saída de Cleiton Rodrigues e a volta de André Moura — chegaram à área de Comunicação. Esta segunda-feira, 27/07, deve ser publicada no Diário Oficial do Estado do Rio a exoneração do jornalista Mario Pereira Marques Neto da Subsecretaria de Comunicação, onde havia assumido em 16/03 último.

    Com Mario Marques também devem deixar o governo os publicitários Gabriel Medeiros e Alexandre Porto, que vinham cuidando especificamente do setor de Propaganda.

    Dentro do palácio, há rumores de que a Comunicação possa voltar para as mãos do publicitário gaúcho Gabriel Aquino, que respondia pela Subsecretaria antes de Marques.

    André Moura, como decidiu o Governador Wilson Witzel na semana passada, voltou ao Guanabara com a função de facilitar a aproximação do executivo com os deputados estaduais. Neste retorno ele herdou o que passou a ser considerado a Supersecretaria da Casa Civil, já que Cleiton Rodrigues, ao assumir a Secretaria de Governo, fundiu o órgão com a Secretaria da Casa Civil. As separações das áreas de Eventos e de Comunicação, que a Janela chegou a noticiar em abril e maio, portanto, perderam o sentido.

    Mario Marques preparou um depoimento sobre seu período à frente do órgão e seus novos planos profissionais:

    “Agradeço ao governador Wilson Witzel a oportunidade de servi-lo de 16 de março de 2020 a 23 de julho de 2020.

    Tenho a certeza de que eu e minha briosa equipe entregamos ao governo dedicação, competência, compromisso e, acima de tudo, ética e integridade.

    Nas redes sociais, remodelamos o conceito, a forma e as plataformas.

    Na assessoria de imprensa, com time incorporado, tratamos a relação com a imprensa de forma mais estratégica, respeitosa e estreita, sem pisar nas linhas amigas em nenhum momento sob qualquer circunstância. Investimos nas relações com rádios e TVs do interior.

    Na publicidade, emprestamos transparência, honestidade, cuidado com o dinheiro público e pronto atendimento.

    Fizemos apenas duas campanhas durante a pandemia, de R$ 2 milhões e R$ 3 milhões, respectivamente.

    Numa interferência direta nas negociações das agências nos preços de contratações de serviços e veiculações, economizamos para os cofres públicos R$ 4 milhões, quase o mesmo valor das campanhas. Fizemos nosso próprio compliance para validação de todas as empresas contratadas.
    Concluímos também uma auditoria de todas as campanhas do governo e entregaremos ao governador a solicitação de uma sindicância para verificações e revisões.

    Volto agora as atenções à minha quarta filha, a LABPOP, que se prepara para as eleições 2020, e em dezembro celebra 10 anos de vida.

    Desejo a todos que ficam muita sorte na missão.”

    Mario Marques

    E especialmente para a Janela, o jornalista enviou o seguinte depoimento, comentando o seu relacionamento com as agências de publicidade que atendem o Governo do Estado do Rio:

    “Para o governo, considero que fui um extremado e dedicado secretário. Entendo que, humildemente, abri muitas portas que estavam trancadas para um governador muito preparado e com uma inteligência acima da média e que é alvo de fofocas e intrigas o dia inteiro.

    Agora, para as agências, empresas contratadas e veículos, tenho noção clara de que fui um pesadelo. Não entrei no governo para agradar a empresas. Entrei para cuidar do dinheiro público. Criamos um novo parâmetro de valores, mais próximos da realidade do mercado, valores muito mais baixos do que eram praticados. Quem me substituir não poderá mais subir o sarrafo dos preços. Eles estão lá devidamente registrados para baixo”.

    Atualização em 27/07

    Além da exoneração de Mario Marques da Subsecretaria de Comunicação Social, o Diário Oficial desta segunda, 27/07, publicou a saída da subsecretaria Thalita Freitas Assis e dos assessores Alexandre Porto de Stefani, Gabriel de Figueiredo e Denner Silva Messias, que faziam parte da equipe de Marques no órgão.

    LEIA TAMBÉM NA JANELA

    Witzel troca Gabriel Aquino por Mario Marques na Comunicação (em 16/03/2020)

    Gabriel Medeiros assume a publicidade do Governo do Rio (em 30/03/2020)

    Casa Civil do Estado do Rio esvazia sua área de comunicação (em 20/04/2020)

    Witzel tira comunicação da Casa Civil para a Secretaria de Governo (em 04/05/2020)

    Marcio Ehrlich

    Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, TV S e TV E.

    Envie um Comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Discussão

    1. Silamara Borba

      Aos pouco, um a um vai deixando o governo…abandonando o barco.
      \só se matém quando a maré esta boa

    seta