• Quem vê esta coruja, Vota Eletromídia
    DPZ&T - Criatividade que gera resultados.
  • Banco do Brasil fica apenas com 2 agências: WMcCann e Lew’Lara

    Banco do Brasil: Transparência

    Avaliando que Heads, Master e NBS não apresentaram capacidade suficiente para atender a conta, o Banco do Brasil pontuou nas primeiras posições de sua concorrência apenas as agência Lew’Lara\TBWA e WMcCann, que poderão, assim, cuidar da sua verba de comunicação de R$ 500 milhões.

    Atendendo a conta desde a última concorrência, a Lew’Lara\TBWA gabaritou, chegando aos 100 pontos possíveis e deixando a WMcCann em segundo, com 93,83 pontos. As demais ficaram assim: Master (77,16), NBS (69,50) e Heads (59,23).

    O edital previa a possibilidade de o banco contratar até quatro agências. A última concorrência havia contemplado três empresas. Além da já citada Lew’Lara\TBWA, a Master e a Giacometti, sendo que esta última não teve seu contrato prorrogado devido a estar em processo de recuperação judicial.

    O resultado causou um mal estar no mercado, considerando que ambas as vencedoras são empresas multinacionais.

    Ainda cabe recurso para as agências desclassificadas.

    LEIA TAMBÉM TODO O HISTÓRICO DA CONCORRÊNCIA PELA JANELA:

    Banco do Brasil escolhe Multisolution, Z+ e nova/sb como novas agências (em 24/04/2017).
    Folha denuncia tramóia na concorrência do Banco do Brasil (em 25/04/2017).
    BB decide cancelar concorrência suspeita (em 25/04/2017).
    Banco do Brasil cancela licitação e promete nova disputa (em 13/05/2017).
    Banco do Brasil, quem tinha conflito de interesses na sua concorrência? (em 15/05/2017)
    Banco do Brasil vai renovar de novo com Lew’Lara\TBWA e Master (em 24/05/2017)
    Multi Solution entra na Justiça para Banco do Brasil retomar concorrência (em 17/08/2017)
    Banco do Brasil retoma sua concorrência para quatro agências (em 30/05/2018)
    Banco do Brasil recusa mudanças em edital e Fenapro quer impugnar (em 17/07/2018)
    Banco do Brasil recusa impugnação da ABAP e mantem concorrência (em 27/07/2018)

    Marcio Ehrlich

    Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, TV S e TV E.
    seta