• Firjan só convence duas agências a querer sua conta

    Firjan - Entrada (Foto Rui Porto Filho)

    Apenas as agências Cálix e Nacional apareceram na manhã de ontem, 04/12, à sede da Firjan, para entregar propostas na disputa pela conta publicitária da Federação das Indústrias do Rio. E a verba estimada pela entidade para a sua comunicação até que não é tão pequena: R$ 10 milhões.

    Como eram poucos os presentes, então, a Comissão de Licitação da Firjan acabou ganhando tempo e, com a concordância das duas agências, abrindo tanto os envelopes com a habilitação quanto os não-identificados, que continham as propostas técnicas. O objetivo, explicaram, é permitir que o resultado da concorrência se defina ainda este ano.

    Agora, os trabalhos da Cálix e da Nacional serão analisados pela subcomissão técnica e receberão os pontos que vão definir quem chegará com vantagem na fase de disputa de preços.

    Curiosamente, a Cálix conseguiu entrar na briga graças a um protesto que fez à Comissão de Licitação da Firjan. Originalmente, o edital restringia a participação a quem pudesse apresentar trabalhos desenvolvidos apenas pelo escritório carioca da agência. Sediada em Brasília, a Cálix alegou que isso comprometia a “ampla competitividade, a isonomia e a impessoalidade” da licitação, conseguindo que o edital fosse alterado.

    (Foto: Rui Porto Filho)

    LEIA TAMBÉM NA JANELA

    Firjan abre licitação para agência de publicidade (em 22/10/2019)

    Firjan passa a aceitar agências de fora do Rio em sua licitação (em 11/11/2019)

    PUBLICIDADE

    Tupi FM.

    Marcio Ehrlich

    Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, TV S e TV E.

    Envie um Comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    seta