Prefeitura de Crivella vai licitar conta de R$ 56,2 milhões

EM PRIMEIRA MÃO – A Secretaria Municipal da Casa Civil do Rio de Janeiro aprovou na última semana que finalmente aconteça a concorrência pública para a escolha das novas agências de publicidade que vão atender ao Governo Crivella. A verba definida pelo processo nº 01/002.925/2017 é de R$ 56.250.000,00.

No despacho autorizando a disputa, o secretário Paulo Messina torna sem efeito a concorrência de mesmo número, lançada em 9 de agosto de 2017, no valor de R$ 112,5 milhões, para a escolha de três agências de publicidade. Na verdade, o Diário Oficial de 19 de setembro daquele mesmo ano já havia publicado um Aviso de Adiamento “sine die”.

Atualmente, o Governo Crivella é atendido pelas agências Binder, Prole e Propeg, selecionadas na época de Eduardo Paes, e que já tiveram seus contratos renovados mais de uma vez com o prefeito do Rio, a última para acrescentar cláusulas de compromisso anti-corrupção.

Em 29/06/2017, a Janela noticiou a possibilidade de renovação, citando que o então Secretário da Casa Civil da Prefeitura do Rio, Ailton Cardoso da Silva, havia publicado na página 67 do Diário Oficial do Município de 23 de junho, três despachos autorizando a celebração de Termo Aditivo para prorrogar os contratos 010017, 010018 e 010019/2015, firmados entre o Município do Rio e as agências Binder, Prole e Propeg, ainda à época da gestão de Eduardo Paes.

O Termo Aditivo acabou saindo em julho, segundo publicamos em 28 daquele mês. No valor de R$ 18,75 milhões para cada agência, valeria por mais 12 meses, contados de 1º de julho de 2017 até 30 de junho de 2018, ou até antes, se fosse concluída a licitação que Crivella deveria soltar nos meses seguintes. E que soltou, mas acabou prendendo.

Na ocasião deste cancelamento, a Janela chegou a comentar que surgiram críticas na imprensa sobre o valor de R$ 112,5 milhões, considerado exagerado no momento em que o Rio de Janeiro estaria quebrado. O valor previsto pela nota de Messina no Diário Oficial, portanto, caiu pela metade.

Enfim, sobre a possível nova concorrência, a Prefeitura do Rio de Janeiro ainda não liberou o conteúdo do novo edital.

Veja também:

Prefeitura do Rio cancela concorrência para agências (em 20/09/2017)
Concorrência de Crivella critica legado de Paes e crise política (em 18/09/2017)
Crivella quer novas agências a partir de 2018 (em 16/09/2017)

MX Publicidade
Publicidade

Marcio Ehrlich

Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, TV S e TV E.
seta